Altos estreia hoje (10) contra Botafogo-SP em uma Série C mais difícil

O jacaré, que disputou a edição do ano passado, enfrentará equipes com mais tradição no futebol brasileiro em 2022

10/04/2022 10:25h

Compartilhar no

Neste domingo (10) o Altos faz a estreia na edição deste ano da Série C do campeonato Brasileiro contra o Botafogo-SP, às 18h, no estádio Lindolfo Monteiro. Este é o segundo ano consecutivo em que o Jacaré está na terceira divisão do futebol brasileiro. E entre os 20 clubes que vão disputar o torneio, o representante piauiense terá pela frente equipes que já figuraram na elite do futebol brasileiro, como Vitória e Figueirense.

Além destes, clubes como a dupla paraense Remo e Paysandu, ou mesmo o ABC de Natal, trazem o peso dos nomes e da tradição à competição. A Série C deste ano tem, além do Altos, o ABC, Aparecidense-GO, Atlético-CE, Botafogo-PB, Botafogo-SP, Brasil de Pelotas-RS, Campinense-PB, Confiança-SE, Ferroviário-CE, Figueirense-SC, Floresta-CE, Manaus-AM, Mirassol-SP, Paysandu-PA, Remo-PA, São José-RS, Vitória-BA, Volta Redonda-RJ e Ypiranga-RS.

(Foto: Reprodução/Instagram/Altos)

A dificuldade maior nesta edição está também no novo formato. Os 20 clubes se enfrentarão em um turno único (19 rodadas). Os oito melhores se classificarão para a segunda fase, onde dois quadrangulares serão formados, com duelos de ida e volta dentro do próprio grupo. Os dois melhores classificados de cada grupo vão para a Série B e os primeiros se enfrentam na final. 

Na época que a CBF propôs a mudança, o presidente alviverde Warton Lacerda se pôs contra o novo formato. Porém, a maioria dos dirigentes dos clubes voltou a favor do novo modelo de disputa. O fato é que o novo formato também impõe, desde a primeira fase, viagens mais longas, o que pode dificultar a vida do Altos, que ainda joga o Campeonato Piauiense e Copa do Brasil. 

Na segunda rodada, por exemplo, o jacaré pega o Figueirense, lá no Orlando Scarpelli, em Florianópolis, Santa Catarina. Por conta de tantas viagens, a CBF vai disponibilizar auxílio financeiro de 250 mil reais para cada clube da competição, totalizando um aporte de 5 milhões de reais. Haverá também uma premiação de 1 milhão de reais a ser dividida entre os quatro primeiros colocados, além de dois veículos da patrocinadora da CBF, para o campeão e o vice-campeão da Série C.

Cotas e premiações ficaram assim:

1º lugar: 400 mil reais + veículo

2º lugar: 300 mil reais + veículo

3º lugar: 200 mil reais

4º lugar: 100 mil reais

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário