Jogador do River-PI afirma estar há três meses sem receber salário

O atleta sofreu uma lesão no joelho, mas teve o contrato renovado

01/09/2022 16:46h - Atualizado em 01/09/2022 17:01h

Compartilhar no

O atacante do River Atlético Clube, Tiago Souza, denunciou que está há cerca de três meses sem receber salário e auxílio fisioterapia. O atleta sofreu uma lesão no joelho, onde precisou passar por uma cirurgia. Entretanto, ele teve o contrato renovado e firmou um acordo com o clube.

De acordo com Tiago Souza, após a renovação do contrato, ele voltou para Salvador e o River-PI ficou responsável pelo pagamento do salário do jogador, além das sessões de fisioterapia para tratamento da lesão. 

(Foto: Jackson Nunes/River A.C)

Todavia, segundo o atleta, o acordo não vem sendo cumprido. “Depois que retornei para Salvador, estou há três meses sem receber o salário e auxílios para a fisioterapia. Mesmo estando com a carteira assinada, não estou recebendo nenhuma assistência”, diz o jogador. 

Tiago Souza destaca que, além dele, pelo menos outros dois jogadores lesionados também estariam sem receber ajuda. “Eles fizeram acordo com o River e também voltaram para a cidade deles para dar continuidade ao tratamento. Mas, pelo o que eu sei, eles não deram assistência nenhuma”, pontua o atleta.

Sobre o assunto, o clube informa que um atraso nos repasses dos patrocinadores fez com ocorresse este problema. Além disso, os impasses na atual gestão de Ítalo Rodrigues têm causado o afastamento dos patrocinadores. 

Denunciante diz que funcionários estão há meses sem receber salário; clube nega

Um torcedor do clube afirma que funcionários estão há quase cinco meses sem receber salários. Além disso, ele diz ainda que o clube está sem energia elétrica há meses. 

Em nota oficial divulgada nas redes sociais, o River-PI nega que tais denúncias sejam verdadeiras. “Apesar de todas as dificuldades que a atual gestão tem enfrentado, garantimos que não estamos medindo esforços, com intuito de resolver qualquer tipo de pendência o mais breve possível”, diz a nota.

Confira na íntegra a nota do River:

O River Atlético Clube informa que não procede a informação de que os funcionários da sede do Clube Afrânio Nunes estariam com cinco meses de salários atrasados.

Apesar de todas as dificuldades que a atual gestão tem enfrentado, garantimos que não estamos medindo esforços, com intuito de resolver qualquer tipo de pendência o mais breve possível. Agradecemos pelo empenho de todos os funcionários que, mesmo diante desse momento dificultoso, demonstram sua competência e seu comprometimento com o clube.

Seguimos trabalhando diariamente para conseguir trabalhando pelo equilíbrio econômico/financeiro que o River precisa, entregando aos profissionais as melhores condições de trabalho possíveis e mostrando o quanto valorizamos nossa história, nossas conquistas e ainda mais, os funcionários, sócios e torcedores que mesmo nas adversidades, não abandonam o Tricolor Piauiense.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Edição: Adriana Magalhães

Deixe seu comentário