Seleção Brasileira vence a Colômbia e é campeã invicta da Copa América Feminina

A seleção terminou a competição com 100% de aproveitamento.

31/07/2022 15:44h

Compartilhar no

Seleção Brasileira é a grande campeã da Copa América Feminina 2022. O Brasil venceu a Colômbia por 1 a 0, na noite deste sábado (30), no Estádio Alfonso López, em Bucaramanga (COL), pela grande final do torneio. A seleção terminou a competição com 100% de aproveitamento: seis vitórias e sem nenhuma derrota. A equipe de Pia Sundhage também não tomou gol e balançou as redes 20 vezes.

O jogo

O duelo começou truncado. Aos 20 minutos do primeiro tempo, as colombianas levaram perigo em cobrança de falta de Catalina Usme, que Lorena defendeu com categoria. A Seleção Brasileira respondeu imediatamente, aos 22, em chute rasteiro de Antônia, que balançou as redes pelo lado de fora.

As Guerreiras do Brasil seguiram buscando o gol. Aos 32, Adriana chutou da entrada da área e assustou a goleira Catalina Pérez. Seis minutos depois, aos 38, o Brasil abriu o placar. Debinha, em cobrança de pênalti, deslocou a goleira e balançou as redes. Aos 46, antes do intervalo, Bia Zaneratto chutou por cima do gol e quase fez o segundo.

A segunda etapa começou com o Brasil no ataque. Aos três minutos, Antônia chutou e a goleira colombiana espalmou. No lance seguinte, Rafaelle chutou e a bola desviou na zaga. Bia Zaneratto, aos oito, chutou colocado, mas a bola foi pela linha de fundo. A Seleção Feminina seguiu no ataque. Aos nove, Debinha invadiu a área, finalizou, mas parou na defesa da goleira. A Colômbia tentou responder aos 30 minutos, em chute de Linda Caicedo por cima do gol.

A anfitriã tentou o empate aos 43, quando Usme chutou de fora da área e Lorena brilhou em mais uma defesa. Aos 48, foi a vez da Seleção Feminina assustar. Luana aproveitou cruzamento rasteiro na área e chutou por cima do gol. Com a vitória, a Seleção Brasileira conquistou o oitavo título da Copa América.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Fonte: Com informações da CBF

Deixe seu comentário