Coronel Alessandro da Silva recebe título de cidadania piaueinse

Coronel Alessandro da Silva recebe título de cidadania piaueinse

05/09/2017 14:15h

Compartilhar no

 


A Assembleia Legislativa do Estado do Piauí realizou nesta terça-feira (05) sessão solene para entrega do título de cidadão piauiense ao Coronel do Exército Engenheiro Alessandro da Silva proposto pelo deputado e presidente da Casa, Themístocles Filho (PMDB). Atualmente, o Cel. Eng. Alessandro da Silva é responsável pelo 2º Batalhão de Engenharia e Construção (2º BEC).

“Sinto-me honrado e também com a sensação de fazer justiça com o trabalho realizado pelo Coronel Alessandro no Piauí. O conheci durante a apresentação do início das obras do trecho piauiense da BR 222, importante rodovia que integrará o Piauí, Cerará, Maranhão e Pará de forma mais rápida e de maneira especial, contribuirá para o desenvolvimento do nosso Estado”, disse Themístocles Filho.


Alessandro da Silva é natural de Brasília, Distrito Federal e desempenhou importantes funções no Brasil e no exterior, como o Comando da 4ª Companhia de Engenharia de Construção em Barreiras, na Bahia e em Boa Vista, Roraima; Instrutor da Academia Militar das Agulhas Negras, na Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais e na Escola de Comando e Estado-Maior do Exército, instrutor na Escola Superior de Guerra 'Libertador Simón Bolivar', da força armada nacional bolivariana, na Venezuela, entre outros. “Tê-lo em nosso Estado nos orgulha muito”, completou o presidente.


Emocionado, o Cel. Eng. Alessandro da Silva agradeceu a honraria e destacou os potenciais naturais e sociais do Piauí. “Hoje estou nascendo de novo e recebo, nesta importante Casa, a minha nova certidão de nascimento e tenho orgulho de subir nesta tribuna para dar o meu testemunho de amor ao Piauí. Testemunho esse cheio de respeito e consideração a este Estado que me recebeu de forma ímpar. A vida militar nos impõe uma vida nômade e foi ela que me trouxe até ao Piauí em janeiro de 2016. Hoje, compreendo a paixão do seu povo pelo Piauí. Uma terra de batalhadores, com uma das melhores educações do país, que tem o juiz federal mais jovem, a mulher mais bonita do Brasil, o maior youtuber e a primeira judoca a ganha uma medalha olímpica, além de riquezas naturais inigualáveis, como a Opala. E é com muito prazer que eu contribuo, de alguma forma, para o desenvolvimento desse grandioso Estado. Obrigado”, disse o Cel. Eng. Alessandro da Silva.


Participaram da sessão solene o vice-prefeito de Teresina, Luiz Júnior, representando a Prefeitura de Teresina; o vereador José Nito (PMDB), representado a Câmara Municipal de Teresina; o subcomandante José Leonardo Pacheco, representando o Coronel Carlos Frederico Macedo Mendes, comandante do Corpo de Bombeiros; o Coronel Raimundo Elias Alves Nunes, antigo chefe da 26ª CSM; o presidente do Clube dos Oficiais da Reserva, Coronel Jesus da Silva Boa Vista; o auditor Luiz Henrique Aragão de Oliveira, representando o Tribunal de Contas da União; o Tenente Coronel Bertoldo Francisco de Carvalho Neto, subcomandante do 2º BEC; o Major Fernando Fernandes Mota Neto, representando o Tenente Coronel Ronald Lúcio Cavalho barbosa, chefe da 26ª CSM; o Major André de Freitas Porto, representando o Tenente Coronel Francisco Nixon Lopes Frota, comandante do 25º BC; o presidente da Liga da Defesa Nacional, José Cândido de Nóbrega Júnior; e o engenheiro Euvaldo Alves Bastos, representando o superintendente do DNIT/PI, Paulo de Tarso Cronemberger Mendes.

 

OBRAS DA BR 222 - O 2º Batalhão de Engenharia de Construção (2º BEC) é responsável pelo Plano de Trabalho (PT) da obra de manutenção da Rodovia BR 222, no trecho compreendido entre as cidades de Piripiri e São João do Arraial-PI, totalizando 102,8 km. A previsão para a conclusão dos serviços é de 24 meses e a obra está orçada em aproximadamente R$ 16 milhões. Na primeira etapa, realizada entre os municípios de Batalha e Piripiri-PI, estão sendo executados serviços de reconformação da plataforma, base e reforma de pontes de madeira. A obra é executa pelo 2º BEC em convênio com o DNIT.

De acordo com o Plano de Trabalho assinado por ambos os órgãos, serão realizados os seguintes serviços: recomposição de base, tratamento superficial simples, microrrevestimento, drenagem, recuperação de pontes de madeira, conservação rodoviária, sinalização e a construção de uma ponte de concreto. 
A manutenção da rodovia encurtará a distância entre Fortaleza-CE e São Luís-MA e facilitará o escoamento da produção de minério, madeira, produtos agrícolas, além de contribuir para a geração de emprego e renda na região.

 


Fonte: Alepi

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Fonte: Alepi

Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas