Com normas específicas, eventos-teste ainda não estão autorizados no Piauí

Vigilância Sanitária Estadual aguarda definição das regulamentações que vão nortear a realização de eventos de grande porte no Piauí.

12/10/2021 12:26h - Atualizado em 12/10/2021 12:44h

Compartilhar no

Com os últimos decretos publicados pelo Governo do Piauí, os piauienses começaram a viver a expectativa para a liberação de eventos de maior porte e maior quantidade de público depois de um ano e nove meses de pandemia. No entanto, para que os shows e grandes competições esportivas voltem a acontecer no Estado, é preciso que haja eventos que sirvam de parâmetro para garantir a segurança sanitária de seus participantes.

Trata-se dos eventos-teste, que precisam de uma logística e operacionalização específica para poderem acontecer. O Piauí, entretanto, ainda não fala em realizar eventos-teste. 

A medida até estava prevista no decreto nº 19.999/2021, que foi publicado no dia 20 de setembro pelo Governo do Estado. Este decreto permitia a aprovação de eventos-teste nas áreas cultural, desportiva e agropecuária em todo o Estado seguindo-se normas sanitárias específicas. 

As medidas que o documento trazia tinham validade de apenas uma semana e no decreto seguinte, o nº 20.036/2021, que foi publicado no dia 03 de outubro, não havia mais qualquer menção a eventos-teste, apenas a ampliação do público em eventos culturais para até 500 pessoas em ambientes abertos e até 200 pessoas em ambientes fechados.


Foto: Jailson Soares/O Dia

As autoridades em saúde do Estado seguem as normas vigentes do decreto mais recente, que vale até o dia 31 de outubro. A diretora de Vigilância Sanitária Estadual (Divisa), Tatiana Chaves, que explicou o que de fato está em vigor no Piauí.

“Estão liberados eventos de até 500 pessoas em ambiente aberto e de até 200 pessoas em ambientes fechados. Mas no momento não estamos autorizando nem tratando de eventos-teste, até porque estes eventos precisam ter uma descrição só sobre eles e uma disponibilidade operacional para serem realizados. Existe essa possibilidade, mas ainda não está decidido”, explicou Tatiana Chaves.

Ela lembra que os eventos que o governo autorizou a realização no decreto do último dia 04 de outubro não são eventos-teste, mas apenas uma ampliação em relação ao público e ao que se tinha nas normas sanitárias vigentes até então. Os eventos-teste, lembra a diretora da Divisa, ainda não estão regulamentados no Piauí.

“Pode acontecer, mas ainda não está regulamentado. Nós temos que ter em mente que cada situação, cada evento-teste pede normas específicas e críticas e não podemos explicar como ele funcionaria sem que estas normas estejam devidamente publicadas. No momento, estamos aguardando novas publicações de decretos, mas até agora, o Piauí não liberou eventos-teste não”, finaliza Tatiana.

Compartilhar no

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário