Covid-19: CRM defende que toda a população do Piauí seja vacinada

O CRM-PI se colocou à disposição para que sua sede, em Teresina, seja posto para vacinação dos médicos do Estado.

18/01/2021 09:34h

Compartilhar no

Após o anúncio da autorização do uso emergencial das vacinas Coronavac e de Oxford contra a covid-19, o Conselho Regional de Medicina do Piauí (CRM-PI) se posicionou a favor de que toda a população do Estado seja imunizada. De acordo com o CRM-PI, a pandemia do novo coronavírus só pode ser contida pela vacinação.


Leia mais: Coronavac: Piauí recebe mais de 61 mil doses; vacinação deve iniciar hoje 

Segundo o documento do Conselho, publicado neste final de semana, toda a população deve confiar no "trabalho incansável da ciência e da medicina, nos últimos meses, para a busca de vacinas que possam barrar a transmissibilidade do vírus que já ceifou mais de 209 mil vidas no nosso país, bem como impedir casos graves da Covid-19".

Foto: Govesp

A presidente do CRM-PI, Mírian Palha Dias Parente, informou que neste momento a imunização de grande parcela da população é imprescindível para que ocorra a redução significativa da circulação do vírus e, consequentemente, da transmissão. "Dessa forma, será possível conter o avanço da pandemia e permitir o retorno das atividades sociais em geral”, destacou.

O CRM destacou ainda que a batalha com interesses políticos, a disseminação de notícias falsas e informações sem comprovação científica têm gerado incertezas na população, mas que é preciso que todos reconheçam que os estudos já publicados de algumas vacinas, mundo afora, trazem resultados animadores e com eficácia para conter a doença.

Além disso, em comunicado anterior, o CRM-PI informa que “a responsabilidade fundamental da atividade médica é procurar preservar a vida, aliviar o sofrimento, promover a saúde e melhorar a qualidade e a eficácia do tratamento emergencial. Nesse sentido, o princípio da beneficência estabelece a obrigação moral de agir em benefício dos outros, fazer o que é melhor para o paciente, cumprindo a sua missão humanística que emana desde os primórdios da Medicina Hipocrática”.

"É preciso que cada um faça seu papel social, ainda seguindo as orientações sanitárias, evitando aglomerações, fazendo o correto uso de máscara e lavando bem as mãos e quando não for possível, fazer sempre a higiene com o uso de álcool em gel, assim, contribuiremos para desafogar o sistema de saúde, no qual tanto médicos como demais profissionais da área têm sofrido e até perdido vidas em nome da vida do próximo", finalizou.

O CRM-PI, em contato com a Secretaria Estadual de Saúde (Sesapi), se colocou à disposição para que sua sede, em Teresina, seja posto para vacinação dos médicos do Estado.

(Vejar Nota na Íntegra do CRM-PI)

VACINAS CONTRA COVID-19: POSICIONAMENTO DO CRM-PI

O Conselho Regional de Medicina do Estado do Piauí (CRM-PI), na qualidade de órgão orientador e fiscalizador do exercício ético da atividade médica e cumprindo seu papel social, vem informar, após deliberação de seus Conselheiros, por meio de reunião extraordinária realizada na data de 14.01.2021, o que segue:

A pandemia causada pela Covid-19, que já ceifou a vida de mais de 200 mil cidadãos brasileiros, encontra-se na iminência de ser contida por meio da grande vitória obtida pela ciência mundial: as vacinas.

O árduo percurso até este tão esperado momento foi trilhado graças aos incansáveis esforços de diversos países e empresas farmacêuticas em busca de uma vacina segura e eficaz contra a Covid-19.

Muito embora a “boa nova” tenha trazido consigo a esperança de total superação da situação que estamos enfrentando, a propagação de falsas notícias e os interesses políticos sobre a eficácia das vacinas têm desencadeado dúvidas e incertezas na população.

Tais impressões só existem porque os propagadores de “fake news” desconsideram e desrespeitam os resultados divulgados, que apontam taxas de eficácia da vacina que tornam possível a redução do número de casos de Covid-19 de maneira geral e, em particular, em relação às formas graves da doença.

Fato é que a imunização de grande parcela da população é imprescindível para que ocorra a redução significativa da circulação do vírus e, consequentemente, da transmissão. Dessa forma, será possível conter o avanço da pandemia e permitir o retorno das atividades sociais em geral.

Assim, este CRM-PI, diante do desconexo cenário informacional indiscutivelmente evitável, vem posicionar-se favoravelmente em relação à vacinação contra a Covid-19, a qual deve ser realizada sob o monitoramento técnico e científico das instituições competentes, no sentido de viabilizar o acesso da população a vacinas seguras e eficazes.

Em tempo, informamos que, após tratativas com o governo estadual, a sede deste Regional servirá como posto de vacinação contra a Covid-19 para os médicos piauienses, auxiliando assim no processo de imunização dos nossos profissionais.


É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Por: Nathalia Amaral

Deixe seu comentário