Presos do semiaberto retornam nesta quinta (21) aos presídios do Piauí

Os defensores afirmaram que há uma série de dúvidas nesse retorno

20/01/2021 17:15h - Atualizado em 20/01/2021 17:23h

Compartilhar no

Os presos do regime semiaberto devem retornar aos presídios do Piauí nesta quinta-feira (21), segundo a Secretaria de Estado da Justiça (Sejus). Esse retorno foi motivo de um encontro na última terça-feira (19) entre representantes da Defensoria Pública e o secretário de Justiça, Carlos Edilson, para tratar sobre o retorno seguro e organizado levando em conta a pandemia do novo coronavírus


Leia tambémCovid-19 no Piauí: mais de 700 presos já contraíram a doença 

Covid: prisão domiciliar de apenados em semiaberto é prorrogada por 90 dias 


Os participantes defenderam que a Sejus elabore um cronograma para retorno dos internos ao sistema prisional de forma que garanta uma retomada das atividades da execução pacífica e sem problemas para os assistidos. Os defensores afirmaram que há uma série de dúvidas nesse retorno e que medida precisam ser adotadas nas unidades prisionais. 

Foto: Assis Fernandes / O Dia

O defensor público geral, Erisvaldo Marques, lembrou o trabalho da Defensoria Pública durante a pandemia e classificou a reunião como produtiva. “Foi realmente uma reunião produtiva e vamos aguardar que a Sejus possa coordenar esse retorno da melhor forma. Do nosso lado estaremos atentos e sempre prontos a colaborar para que tudo ocorra sem transtornos e possamos dar seguimento às nossas ações conjuntas”, afirmou.

Os defensores afirmaram que a Covid-19 ainda representa perigo a segurança dentro dos presídios para requisitar que o retorno dos presos aconteça de forma escalonado para garantir a segurança nas unidades. O secretário Carlos Edilson declarou que a Sejus buscará acatar as medidas debatidas. 

“Estamos dialogando e buscando a melhor saída no sentido de evitar aglomerações e estamos sempre abertos para esse amplo debate, para o melhor do sistema penitenciário. Uma reunião extremamente positiva. A Defensoria Pública faz parte do sistema de Justiça e estamos aqui dialogando permanentemente com a instituição”, finalizou. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário