Ministro do STJ nega pedido de presidente do PDT para visitar Lula na prisão

Lupi teve o pedido negado pelo TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) e recorreu ao STJ.

23/08/2018 18:29h

Compartilhar no

O ministro Felix Fischer, do STJ (Superior Tribunal de Justiça), negou pedido feito por Carlos Lupi, presidente do PDT, para visitar, na condição de amigo, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba (PR), onde ele está preso desde abril. A decisão é de terça (21).


O presidente do PDT, Carlos Lupi (Foto: Elias Fontinele / Arquivo O DIA)


Lupi teve o pedido negado pelo TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) e recorreu ao STJ.

Relator da Lava Jato no tribunal, Fischer indeferiu o pedido, feito em caráter de urgência. O magistrado não identificou urgência no caso.

As visitas a Lula têm sido negociadas entre a defesa e a Polícia Federal. Desde abril, políticos, ativistas e apoiadores tentam visitar Lula, alguns sem êxito.

O processo de registro de candidatura está com o ministro Luís Roberto Barroso, do TSE. A defesa do petista tem até a próxima quinta-feira (30) para rebater as contestações feitas ao pedido de registro.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Fonte: Folhapress
Por: Letícia Casado e Reynaldo Turollo Jr.

Deixe seu comentário