Wellington decide prorrogar medidas de isolamento social contra o Covid-19

O governador prometeu que vai aumentar a fiscalização e garantiu o prolongamento das medidas restritivas.

31/03/2020 08:26h

Compartilhar no

O governador do Piauí Wellington Dias (PT) afirmou ontem (30), que está prorrogada até o dia 30 de abril, as medidas de isolamento social e a proibição de funcionamento de diversos comércios e estabelecimentos não essenciais no estado. A decisão aconteceu após uma reunião com membros do Comitê de Organização de Emergência (COE).

Segundo o governador, uma mudança está relacionada ao cumprimento da quarentena no Estado. Com a atualização do decreto, quem adentrar ao Piauí terá que ser submetido à quarentena. 

“Quem entrar por avião ou alguma de nossas fronteiras seja através pontes, embarcação, veículo, rodovia federal ou estrada vicinal da fronteira com os estados do Ceará, Pernambuco, Tocantins ou Bahia terão que cumprir a quarentena”, disse o governador. 

Dias afirmou ainda que a medida restritiva na entrada de pessoas no Piauí aconteceu depois análises de dois casos de contaminação que ocorreram por ligação com o Ceará. 


Dias reuniu comitê para avaliar cenário atual e projetar próximos passos - Foto: Divulgação

Wellington Dias destacou que os serviços considerados essências estão mantidos como supermercado, bancos, postos de combustíveis e defendeu o sistema de entrega por delivery adotados por empresas do segmento de alimentação. 

“Está autorizado o sistema de entrega a domicilio – delivery. É possível que o comércio funcione através da internet ou ligação e nós estamos estimulando. Eu tive uma reunião com a Federação dos Lojistas do Piauí, onde discutimos esses pontos. Hoje várias empresas do ramo de alimentação, por exemplo, estão atuando no Piauí”, completa. 

O governador reiterou que as aulas das escolas da rede estadual de ensino permanecem suspensas por tempo indeterminado e agradeceu adesão realizada pelos municípios e instituições de ensino privado. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Por: Jorge Machado, do Jornal O Dia