40 imóveis serão desapropriados para construção de nova ponte, diz SDU

Segundo o superintendente da SDU Centro/Norte, os moradores deverão ser indenizados pela Prefeitura quanto ao valor real dos imóveis.

03/01/2019 15:03h

Compartilhar no

O projeto da nova ponte sobre o rio Poti, que deverá ligar o bairro Água Mineral à Universidade Federal do Piauí, foi apresentado na manhã desta quinta-feira (3) pela SDU Centro/Norte à comunidade do bairro Água Mineral. Segundo a Superintendência de Desenvolvimento Urbano do Centro e zona Norte (SDU Centro/Norte), cerca de 40 imóveis na região serão desapropriados para construção da ponte.

40 imóveis serão desapropriados para construção de nova ponte, diz SDU. (Foto: Divulgação/PMT)

De acordo com o superintendente da SDU Centro/Norte, Weldon Bandeira, as desapropriações deverão ser feitas ao longo da Rua Tenente Luís Simplício e os moradores serão indenizados pela Prefeitura. “[Os imóveis] serão todos avaliados e discutidos quanto ao seu real valor de mercado. É uma obra de suma importância para a região, faz parte do corredor Norte/Leste e irá diminuir muito o percurso de quem parte da zona Norte para a zona Leste”, defende o superintendente.

Os moradores da região foram informados durante a reunião sobre os prazos e impactos sociais e ambientais que a construção trará para a região. A obra, que já foi encaminhada para licitação e terá início em abril deste ano, ligará o bairro Água Mineral, na altura do balão da Coca-Cola, à Universidade Federal do Piauí (UFPI), próximo ao setor de esportes.

A ponte tem o prazo de execução de 14 meses e está orçada em mais de R$ 38 milhões, oriundos de um financiamento que a Prefeitura está adquirindo com recursos do FGTS, a serem acompanhados e liberados pela Caixa Econômica. A estrutura sobre o rio Poti terá 240 metros de comprimento, quatro faixas de rolamento, com possibilidade de ampliação para mais faixas, vias para ciclistas e pedestres e piso tátil para cadeirantes e deficientes visuais.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Por: Nathalia Amaral, com informações de Natanael Souza.

Deixe seu comentário