Após dois anos funcionando de forma remota, biblioteca da UFPI reabre nesta segunda

O espaço estava com atividades presenciais suspensas desde 2020, início da pandemia.

11/09/2022 17:09h

Compartilhar no

A Biblioteca Comunitária Jornalista Carlos Castello Branco (BCCB), localizada no Campus Ministro Petrônio Portella, na Universidade Federal do Piauí (UFPI), irá retomar seu funcionamento integral nesta segunda-feira (12). O espaço estava com atividades presenciais suspensas desde 2020, início da pandemia, e passou também por ampla reforma para voltar a receber a comunidade. 

Foto: Divulgação

A biblioteca era o último ponto físico da UFPI que ainda estava funcionando remotamente desde o início da pandemia. Segundo o reitor da UFPI, Gildásio Guedes, o espaço passou por uma grande reforma no tempo que esteve fechado. “Estamos felizes com essa reabertura, este é o último ponto físico da Universidade que estava fechado para a comunidade. Passamos por momentos de dificuldades e estamos chegando na normalidade do funcionamento da nossa Instituição. Estamos de coração aberto para sempre trabalhar pela nossa gloriosa Universidade”, disse. 

Para a diretora da BCCB, Vanessa Andrade, a reabertura da biblioteca é essencial para a comunidade que frequenta o local: “A biblioteca reaberta representa um espaço de acolhimento e convivência, onde as pessoas se sentem bem. Os nossos usuários são assíduos, estão por aqui todos os dias, conhecemos pelo nome. As pessoas se sentem bem, é o coração da Universidade”, pontua ela. Segundo a diretora, o funcionamento foi planejado para abranger todas as atividades da biblioteca, incluindo a volta do serviço de empréstimo de livros.

Recomendações na reabertura da Biblioteca Comunitária

O funcionamento da Biblioteca Comunitária passa a ser de segunda a sexta, das 8h às 20h. Na entrada, os frequentadores deverão apresentar o passaporte de vacinação atualizado, assim como manter o uso de máscaras. As salas de estudo em grupo poderão receber até 4 usuários por vez, e os espaços de estudo coletivo, no andar superior, ganharam divisórias de  acrílico.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário