Greve dos ônibus em Teresina: sindicato convoca assembleia e ameaça nova paralisação

A categoria reivindica o pagamento de tickets alimentação e dos planos de saúde, como determinou uma decisão do TRT

19/10/2020 11:32h

Compartilhar no

O Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviários do Piauí (Sintetro) convocou, para a manhã desta terça-feira (20), uma Assembléia Geral Extraordinária na sede da entidade, para discussão e avaliação do acordo que colocou fim à greve da categoria, que pode ser retomada.

(Foto: Jailson Soares/ODIA)

Segundo Ajuri Dias, presidente do grupo sindical que reúne os trabalhadores do transporte público urbano da capital piauiense, os empresários do setor ainda não quitaram e nem sinalizaram o pagamento dos vales-alimentação e plano de saúde, como estabeleceu o Tribunal Regional do Trabalho (TRT) do Piauí. 

“Iremos discutir a posição do Tribunal, favorável ao pagamento dos tickets alimentação e dos planos de saúde. Os empresários não nos procuraram e recorreram da decisão. Se eles não pagarem e não cumprirem a decisão judicial existe a possibilidade de retornarmos a paralisação novamente”, afirmou o sindicalista.

Procurado por nossa reportagem, o SETUT não comentou sobre a quitação do pagamento dos respectivos benefícios reivindicados por motoristas e cobradores mas informou, por meio de sua assessoria, que a suspensão da greve foi "muito bem vinda, principalmente para todos os teresinenses que se deslocam nos ônibus".

Confira a nota na íntegra:

A suspensão da greve é muito bem vinda, principalmente para todos os teresinenses que se deslocam nos ônibus.

Quanto a decisão, em liminar,  do Juiz Substituto Dr. Carlos Wagner Araújo Nery da Cruz, como toda decisão judicial, deve ser respeitada, não obstante o direito de dela recorrer através dos meios processuais previstos em lei.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Por: Breno Cavalcante

Deixe seu comentário