Lucidão: abandonado, campo de futebol no Dirceu II vira local de depósito de lixo

Calçadas no entorno estão cobertas de lixo e a população reclama da sujeira e da formação de focos de mosquito da dengue. Grades foram retiradas e vestiários estão fechados.

25/05/2022 11:49h - Atualizado em 25/05/2022 11:55h

Compartilhar no

Um local que deveria servir de espaço de convivência e lazer tem se tornado lugar de depósito de lixo e transtorno. Antigo palco de competições esportivas, o campo de futebol Lucidão, no bairro Dirceu II, zona Sudeste de Teresina, existe hoje em situação de abandono e descaso. Na estrutura do local, grades caídas, vestiários trancados e sujeira. Na calçada no entorno, lixo acumulado e reclamações por parte dos moradores. 


Leia também: Abandono dos Terminais: Requerimento é protocolado na Assembleia cobrando solução 


Quem mora na Quadra 316 do Dirceu II fica impossibilitado de ficar na porta de casa por conta da quantidade de mosquitos que se junta devido ao lixo do outro lado da rua. Lixo esse que, segundo os moradores, foi depositado ali pela própria Prefeitura. É o que relata Maria dos Milagres Silva dos Santos. Ela vive em uma casa em frente ao Lucidão há 30 anos e comenta sobre a demora do poder público em recolher os resíduos da limpeza que ele mesmo faz nas cercanias.

Foto: Assis Fernandes/O Dia


“Esse lixo acumulado aí já vai fazer um mês. Eles limpam e deixam aqui, passa quase um mês para tirar de novo e quando vêm tirar, já tem é que limpar o campo novamente e juntar mais lixo. Fora a população, que pega o embalo e joga lixo de casa junto”, diz Maria dos Milagres se referindo às sacolas com restos de lixo doméstico que se somam ao capim que fica jogado na calçada do Lucidão em frente à sua casa.

Há restos de comida, restos de material de construção, restos de obras, pedaços de madeira, até cartelas de ovos é possível encontrar no monte de lixo jogado em frente ao campo de futebol. E a situação se repete nas demais calçadas no entorno do Lucidão, não apenas no lado da Quadra 316. 

Para Maria dos Milagres, que vive com os pais idosos, a situação de abandono do campo de futebol é problema de saúde pública. “A gente está no meio de um surto de dengue, eu vivo com meus pais idosos, um deles tem mobilidade reduzida e o risco de se contaminarem com essa doença é muito maior porque a Prefeitura não recolhe o lixo que ela mesma produz e as pessoas ainda não têm consciência e jogam seus resíduos domésticos aqui. É complicado demais”, finaliza Maria dos Milagres.


Maria dos Milagres mora em frente ao Lucidão e reclama da sujeira acumulada na calçada - Foto: Assis Fernandes/O Dia

Para além do lixo acumulado nas calçadas, os vestiários do Lucidão também se encontram em situação de sujeira e abandono. Os dois aposentos destinados aos usuários do campo de futebol estão trancados e, segundo os moradores, servindo de abrigo para animais. Eles relatam que até semana passada havia uma cadela parida vivendo nas instalações cobertas do campo de futebol. 

Na lateral do Lucidão que fica na Quadra 316, as grades de proteção do campo de futebol foram todas arrancadas. Os moradores dizem que a estrutura enferrujou com o tempo e que não houve manutenção até que um dia, com uma forte chuva que caiu em Teresina, algumas grades caíram e a própria população recolheu e as empilhou em um canto. 

Na área interna do campo de futebol também há lixo jogado em algumas partes, inclusive recipientes como copos e vasilhas de sorvete acumulando água parada e servindo de criadouros de mosquito da dengue.


Foto: Assis Fernandes/O Dia

A reportagem do Portalodia.com entrou em contato com a Superintendência de Ações Administrativas Descentralizadas da zona Sudeste, a SAAD Sudeste, para saber o que o órgão tem a dizer sobre a limpeza nos arredores do Lucidão. Por meio de nota, a assessoria do órgão disse que o campo de futebol e seu entorno foram incluídos em caráter de urgência na programação de limpeza da Gerência de Serviços Urbanos  que já nos próximos dias, uma equipe executará os serviços de limpeza necessários, tais como poda, capina, varrição e recolhimento do lixo.

A reportagem de O Dia procurou também a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Semel) para saber que ações são planejadas no sentido de revitalizar o campo de  futebol Lucidão. A assessoria do órgão ficou de encaminhar nota de esclarecimento, mas até a publicação desta matéria, não houve retorno. O espaço fica aberto para futuras manifestações por parte do poder público sobre o assunto.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário