Mercado do Renascença: obra só deve ser finalizada em 2023, diz Prefeitura de Teresina

A Prefeitura de Teresina está investindo mais de R$ 3,2 milhões no projeto, com recursos próprios do município.

03/08/2022 09:19h

Compartilhar no

A Superintendência de Ações Administrativas Descentralizadas (SAAD) Sudeste divulgou o andamento das obras de construção do novo Mercado do Renascença II. Foram finalizados os processos de finalização da instalação das fundações de concreto e do arranque dos pilares. Agora, a obra encontra-se na fase de colocação dos baldrames para execução das cintas, as vigas de fundação.


Leia também: Mercado do Renascença II: revitalização custará R$3,6 milhões 

Além disso, está sendo realizado o aterro das áreas dos boxes onde ficarão os permissionários. Porém segundo a própria SAAD, a previsão de entrega da obra é para janeiro de 2023. A Prefeitura de Teresina está investindo mais de R$ 3,2 milhões no projeto, com recursos próprios do município.

(Foto: Divulgação / Ascom SAAD)

Enquanto os trabalhos não são finalizados os permissionários do antigo mercado estão realizando as atividades, provisoriamente, em um outro local, na rua Dr. Pedro Teixeira. “Estamos procurando dar o máximo de celeridade à construção nessas novas etapas, e acreditamos que a programação de execução será seguida sem maiores problemas”, afirmou o superintendente da SAAD Sudeste, Zé Nito.

(Foto: Divulgação)

Em local improvisado, permissionários relataram amargar prejuízos

Transferidos provisoriamente para o CAIC do Parque Itararé por conta da obra de revitalização do Mercado do Renascença II, os permissionários que atuavam no local estão amargando prejuízos e acumulando transtornos. Os vendedores reclamam que foram retirados às pressas das antigas instalações e que até o momento não receberam nenhuma definição sobre quando poderão retornar.

A situação se agrava ainda mais porque, segundo eles, o novo espaço cedido pela Prefeitura possui uma série de problemas estruturais que afasta os clientes e prejudica as vendas. É sujeira, falta de iluminação na parte externa dos boxes e até alagamentos quando chove. Ainda de acordo com a programação de construção, e já na próxima segunda (8), será iniciada a alvenaria, o início da edificação das paredes do prédio.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Fonte: Com informações da PMT

Deixe seu comentário