VÍDEO: trio furta carteira de idoso com quase R$ 5 mil em Cocal

Crime aconteceu quando idoso anda pela feira livre da cidade. Suspeitos seguem foragidos

23/05/2022 15:20h - Atualizado em 23/05/2022 15:56h

Compartilhar no

Uma câmera de segurança registrou o momento em que um idoso de 62 anos teve a carteira de bolso furtada, com quase R$ 5 mil, no município de Cocal, no Norte do Piauí (veja vídeo abaixo). Segundo a Polícia Militar, o homem sacou o dinheiro em um banco e, ao andar pela feira livre, no Centro da cidade, foi vítima do furto praticado por três homens. O caso aconteceu no sábado (21).

Nas imagens que circulam nas redes sociais, é possível ver a aproximação do grupo criminoso. O idoso caminha pela feira e tem a passagem interrompida pelo primeiro suspeito, que se agacha na sua frente – fingindo pegar alguma coisa no chão. Em seguida, outro comparsa surge e impede que ele saia pelo lado direito da rua. Enquanto isso, o terceiro criminoso furta a bolsa dele, que estava no bolso de trás. No final da gravação também é possível observar que o idoso chega a ser empurrado por um homem que estava na calçada.    

Foto: Reprodução/Blog do Coveiro

Ao PortalODia.com, o soldado Marcililo, da Companhia de Cocal, informou que a vítima só percebeu o furto depois que tentou pagar as compras na feira.

“Ele sacou quase R$ 5 mil no banco e foi vítima desses batedores de carteira que estavam na feira. Ele só percebeu o furto depois que tentou pagar as compras. Nas imagens são três homens que provavelmente estavam seguindo ele desde o saque feito no banco”, contou.

Ainda segundo Marcililo, os homens não são da cidade de Cocal. “Depois que a PM foi comunicada do fato, iniciamos as diligências para prender os suspeitos. Eles não são da cidade de Cocal e, até o momento, não foram localizados”, afirma.

O idoso, que não teve identidade revelada, registrou um boletim de ocorrência na delegacia da cidade nesta segunda-feira (23). O caso está sendo investigado pela Polícia Civil. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário