In Design

Um passeio por Montevideo: arquitetura e design apaixonantes

Para os profissionais e estudiosos da arquitetura, certamente é uma das cidades mais encantadoras e com conteúdo da América do Sul.

22/08/2019 11:40h

Compartilhar no

Quem vem pela primeira vez a Montevideo, assim que chega no aeroporto de Carrasco já tem uma dimensão do que a cidade vai lhe oferecer em termos de experiência. Aquele entra e sai de pessoas do mundo todo em meio a todo o luxo que o aeroporto apresenta já nos deixa encantados. E ao tomar um táxi a cidade vai sendo desenhada na sua frente, apresentando um mundo peculiar de prédios arquitetônicos e habitações com um design próprio e convidativo.

Para os profissionais e estudiosos da arquitetura, certamente é uma das cidades mais encantadoras e com conteúdo da América do Sul. A capital do Uruguai possui prédios antigos e ao mesmo tempo edificações super contemporâneas, que nos deixam fascinados com cada detalhe.

Para quem não sabe, Montevideo é uma cidade que tem em suas origens fins militares, iniciada durante a disputa ibérica pelo controle do acesso ao Rio da Prata, com uma ocupação da península da Ciudad Vieja, seu centro histórico.

Montevideo - Ciudad Vieja

Aliás, quem deseja ir a Montevideo precisa visitar a Ciudad Vieja. No centro da praça está a estátua em bronze do General Artigas montado em seu cavalo. José Gervasio Artigas lutou pela independência do Uruguai e é considerado um herói nacional. Muitos atribuem a ele o mérito pela independência do país.

No andar subterrâneo da praça está o mausoléu do General Artigas. Para acessá-lo, basta descer as escadas ao lado da estátua. O ambiente é bem escuro e guardas em uniforme de gala guardam os restos mortais do general. É incrível como eles ficam imóveis, mesmo sendo alvo constante das fotografias dos turistas

Entre 2007 e 2009, o Uruguai foi o único país das Américas que não entrou em recessão (2 trimestres seguidos de retração). E é a melhor qualidade de vida da América Latina. E sua economia já foi tão forte, que era conhecido como a “Suíça da América”.

Ao passear pela Hambla, encontramos do lado oposto vários edifícios implantados em gramados sem barreiras físicas, belíssimos para fazer aquela foto a ser compartilhada no instagram.

Os arquitetos uruguaios gostam de dizer que o crescimento da cidade pode ser entendido pelo caminho formado pelas praças Zabala, Constitución, Independência, Fabini, Cagancha (onde fica o marco zero da cidade). Cada uma corresponde a um período histórico.

Quem deseja entender o desenvolvimento da cidade, deve visitar o museu do Cabildo, na Plaza Constitución. E falando em museu, uma ótima dica para quem é apreciador de artes visuais é o Museu Nacional de Artes Visuais, que tem quadros e esculturas muito antigas e ainda assim, todos com um olhar contemporâneo, além de instalações sensoriais que nos tiram da zona de conforto, e trazem reflexões intensas sobre a arte. Muito bom!

Parque Rodó - Montevideo 

O Parque Rodó é uma área residencial descontraída ao redor da área verde que dá nome ao bairro, que conta com um lago para barcos e um parque de diversões vintage. O parque também inclui o Museu Nacional de Artes Visuais, com pinturas uruguaias do século 20 e um jardim de esculturas. Muitas instalações sensoriais também podem ser vistas neste museu encantador.

No Museo Blanes estão grandes símbolos nacionais, e atrás dele tem um fantástico Jardim Japonês.

Falar sobre Montevideo em duas ou três laudas é quase impossível. A arquitetura e o design de cada lugar é muito próprio e merece uma atenção especial. A cidade merece ser vivida e experimentada por todos. O que posso adiantar é que é uma cidade apaixonante!

Museo Cabildo - Montevideo 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Notícias Relacionadas