Cajueiro da Praia

Covid-19: Cajueiro da Praia pode decretar lockdown após aumento dos casos

Segundo a Secretaria de Saúde do município, a adoção de medidas mais restritivas vai depender do perfil epidemiológico

05/01/2022 14:37h - Atualizado em 05/01/2022 14:50h

Compartilhar no

Por conta das festividades de final de ano, houve um aumento expressivo de casos de Covid-19 no município de Cajueiro da Praia. Nos primeiros dois dias de 2022, foram registrados 123 casos do vírus. No momento, a Prefeitura e a Secretaria de Saúde da cidade analisam a necessidade de adotar medidas mais restritivas para conter o avanço da contaminação. 

Nos primeiros dois dias de 2022, foram registrados 123 casos do vírus na cidade. (Foto: Divulgação/Prefeitura de Cajueiro da Praia)

Em entrevista ao O Dia, a Secretária Municipal de Saúde, Joara Gonçalves, afirma que o aumento do número de casos de Covid-19 já era esperado, visto que Barra Grande é um ponto turístico não só para brasileiros, como também para pessoas de outros países. “Desde o dia 20 de dezembro, nós intensificamos as equipes de saúde e as testagens em massa da comunidade, já prevendo o possível agravamento que ocorre no final do ano. Equipes foram colocadas em pontos estratégicos para atendimento e as pessoas que testaram positivo foram notificadas e isoladas”. 


Leia também: Teresina: em dois dias, casos de covid-19 dobram em Centros de Testagem 

Surto de gripe: com hospitais lotados, pacientes reclamam da demora por atendimento 


De acordo com a secretária, dados estão sendo coletados a fim de constatar o perfil epidemiológico do local e, a partir dos resultados, haver um direcionamento dos próximos passos a serem tomados. Se houver necessidade, o município pode decretar lockdown. “Caso seja necessário, medidas mais rigorosas serão adotadas. Cremos na ciência e nossas ações são pautadas na ciência. Com muita maestria conseguimos controlar [os casos] em 2021 e se houver a necessidade de fechar novamente o município, nós iremos fechar”, informa.

Prefeitura pode decretar lockdown se for necessário. (Foto: Reprodução/Divulgação)

Joara Gonçalves chama atenção ainda para o fato de que, apesar das festividades, a pandemia ainda não acabou e que é crescente o número de casos não só no Piauí, como no Brasil e no Mundo. “A partir do momento em que há aglomerações de pessoas que não seguem as recomendações sanitárias, a transmissibilidade do vírus pode ser ainda maior. Nós observamos esse aumento e apesar de avançarmos na vacina, não quer dizer que o vírus não seja transmissível”, explica. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Fonte: Com informações da O Dia TV
Edição: Adriana Magalhães

Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas