Floriano

Enchente em Floriano: Rio Parnaíba transborda e deixa 20 famílias desabrigadas

Os bairros São Cristóvão, Bosque Santa Teresina e Matadouro do município de Floriano estão com pontos de alagamento.

04/01/2022 09:16h - Atualizado em 04/01/2022 09:33h

Compartilhar no

Os bairros São Cristóvão, Bosque Santa Teresina e Matadouro do município de Floriano estão com pontos de alagamento após o Rio Parnaíba atingir a cota de inundação na noite de ontem (03). Segundo a Defesa Civil do município, cerca de 20 famílias estão desabrigadas e foram transferidas para escolas ou casa de parentes.


Leia também: Wellington Dias autoriza decreto de calamidade pública por contas das chuvas no Piauí 


De acordo com o coordenador da Defesa Civil de Floriano, Pablo Henrique, a defesa civil está monitorando a situação das famílias ribeirinhas e dando assistência à população atingida pela cheia do Velho Monge. A previsão, segundo ele, é de que o nível do rio diminua nas próximas horas.

Foto: Reprodução/Floriano News

“O rio deve diminuir bastante a cota nas próximas horas, já que a previsão diz que não deve chover hoje, então a tendência é de que diminua um pouco. Estamos acompanhando a situação do nível do rio e também dos bueiros e galerias que já estão cheios”, destaca.

O prefeito determinou a interdição de uma das faixas da Avenida Frei Antônio Curcio, na Beira-Rio, e fez um apelo para que a população evite fazer caminhada na zona ribeirinha, porque o risco de desmoronamento das margens não é descartado. Além disso, o prefeito pediu que as famílias deixassem as áreas de risco.

“Quem tem casa de parentes deve sair desses locais de risco e quem não tem, deve seguir as orientações para se deslocarem até abrigos como é o caso das escolas municipais Eleutério Rezende e Padre Pedro Barroso”, disse Joel. 

Segundo o último boletim do Sistema de Alerta de Eventos Criticados (Sace), divulgado pelo Serviço Geológico do Brasil (CPRM) nesta terça-feira (04), o Rio Parnaíba chegou a atingir 883 cm por volta das 21h de ontem (04). No entanto, às 5h da manhã de hoje, voltou a baixar, atingindo a cota de 851 cm. A previsão é de que o nível do rio continue a diminuir nas próximas horas.

No final da tarde de ontem (03), o prefeito Joel Rodrigues e o vice-prefeito, Antônio Reis se reuniram com vários secretários e representantes de segurança de Floriano para tratar sobre o Plano de Contingência preventivo e alternativo devido à cheia do rio.

Estiveram presentes órgãos como o Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Defesa Civil, SUTRAN, além das secretarias de Governo, Infraestrutura, Assistência Social, Educação, Desenvolvimento Rural e Comunicação.

Foto: Divulgação/Prefeitura de Floriano

Por meio de nota, a prefeitura informou que as equipes da Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social estão nos bairros afetados dando apoio às famílias. O Município também ajuda com a logística de transporte para a retirada de objetos e móveis das casas atingidas.

"A Prefeitura de Floriano já faz o monitoramento das áreas com iminente risco de inundação, ou pela elevação do nível do rio ou pelo efeito de refluxo das águas das chuvas e dos riachos que cortam a cidade, desde o último dia 31 de dezembro", informou.

Quem precisar de ajuda ou quiser informar áreas afetadas deve ligar para a Defesa Civil de Floriano, no número 89-99475-2491 ou ainda nos telefones da Policia Militar, 190 e do Corpo de Bombeiros, 193.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário