Floriano

Floriano corre risco de inundação após aumento da vazão da Barragem de Boa Esperança

De acordo com a Companhia, a vazão de defluência do reservatório está atualmente em 1.600 m³/s e será elevado para 2.000 m³/s

03/01/2022 16:30h - Atualizado em 03/01/2022 16:45h

Compartilhar no

O município de Floriano, no Sul do Piauí, tem risco de inundações por conta da cheia do Rio Parnaíba. A previsão está contida em um comunicado emitido nessa segunda-feira (03) pela Companhia Hidroelétrica do São Francisco (Chesf), que anunciou o aumento da vazão da Barragem de Boa Esperança, em Guadalupe. 


Leia tambémEnchente em Uruçuí: decreto de situação de emergência é publicado

Nível do Rio Parnaíba deve estabilizar em Teresina, diz Defesa Civil 

Vídeos: Em Oeiras, moradores registram alagamentos em vários pontos da cidade 


De acordo com a Companhia, a vazão de defluência do reservatório está atualmente em 1.600 m³/s e será elevado para 2.000 m³/s por conta do aumento do volume de água que chega à Boa Esperança. O procedimento é o que causará aumento da cota do Rio Parnaíba na cidade Floriano e Barão do Grajaú, no Maranhão.

Foto: Reprodução / Chesf 

A Chesf calcula que o Rio Parnaíba está 36 cm abaixo da cota de inundação nos dois municípios, que é de 8,98 m. Com a medida de aumento da vazão, o volume poderá chegar a 9,56, portanto, ultrapassando o estabelecido para o risco de alagamentos. 

“Segundo as previsões há risco imediato de inundação, e necessário o acompanhamento permanente da evolução dos níveis e a manutenção de equipes de prontidão por parte da Defesa Civil para as ações de remediações necessárias”, disse a Chesf no comunicado. A previsão é que a medida eleve o volume do Rio Parnaíba também em Teresina entre a noite desta terça-feira (04) e a manhã de quarta-feira (05).

Desde o início das pancadas de chuvas que atinge o Sul do Piauí que a Companhia altera a vazão da barragem . No dia 28 de dezembro, a vazão media 576 m³/s e foi elevada para 1.000 m³/s. Logo depois aumentou mais uma vez para 1.600 m³/s e agora chega a marca de 2.000 m³/s.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas