Pimenteiras

Pai que matou filha a facadas em Pimenteiras é condenado a 31 anos de prisão

O crime aconteceu em 21 de fevereiro de 2018

20/04/2022 11:44h - Atualizado em 20/04/2022 11:57h

Compartilhar no

O Tribunal do Júri da Comarca de Valença do Piauí, presidido pelo juiz Franco Morette Felício de Azevedo, condenou a 31 anos de reclusão o réu Leonardo Irving Daniel da Silva, de 27 anos. Ele era acusado de matar com sete facadas a própria filha, Nicolly Gabriele, de apenas um ano na cidade de Pimenteiras, que fica a 252 km de Teresina. O crime aconteceu em 21 de fevereiro de 2018.

Na sentença, foram reconhecidas as quatro qualificadoras do crime, que são: motivo fútil, torpe, meio cruel e mediante impossibilidade de defesa da vítima. Foi também reconhecida a causa de aumento da pena em razão da vítima ser menor de 14 anos, e a agravante em razão desta ser filha do acusado.

(Foto: Reprodução/Arquivo)

O réu não poderá recorrer em liberdade, pois, segundo a sentença, há elevado grau de periculosidade, e, principalmente, porque a pena aplicada perante o Tribunal do Júri ultrapassa 15 anos.

Relembre o crime

Leonardo e a companheira moravam no município de Valença, onde Leonardo fazia tratamento psicológico no Centro de Assistência Psicossocial (CAPS) do município. Em seu depoimento à Polícia, Leonardo relatou que estava em Pimenteiras na casa de familiares, local onde aconteceu o crime.

Um vídeo gravado por um morador de Pimenteiras, no momento em que Leonardo é preso, mostra a mãe saindo com a criança nos braços. A menina já estava desacordada. O corpo foi encaminhado para o necrotério do hospital do município. Leonardo havia sido preso em flagrante.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas