Copa do Mundo: Catar é derrotado por Senegal e não tem mais chances de classificação

País anfitrião não tem mais alcançar como chegar às oitavas, e agora só cumpre tabela; Irã venceu País de Gales.

25/11/2022 13:32h

Compartilhar no

A seleção de Senegal venceu por 3 a 1, na manhã desta sexta-feira (25) no Estádio Al Thumama, e acabou com as chances de o Catar garantir a classificação, no Grupo A, para as oitavas de final da Copa do Catar. 

O técnico Félix Sánchez, do Catar, fez uma alteração importante do primeiro para o segundo jogo. Trocou o inseguro goleiro Alsheeb pelo reserva Barsham. Senegal, com mais qualidade, não se importou com isso e desde o início da partida pressionou em busca do gol, o que não tirou a empolgação da torcida catari (quase que exclusivamente masculina), que se posicionou justamente atrás de uma das metas.

Aos 40 minutos não houve jeito. Um erro bisonho do zagueiro catari Khoukhi, que não soube cortar a bola, permitiu que o camisa 9 Boulaye Dia chegasse batendo rasteiro para fazer 1 a 0. Resultado merecido.

(Foto: Divulgação/FIFA)

Na etapa final a pressão continuou. Numa cobrança de córner, logo aos 3 minutos, Famara Diedhiou apareceu de cabeça para balançar novamente as redes. 2 a 0 com extrema facilidade.

Curiosamente, após este gol tudo mudou. Buscando reagir, aos 15 minutos, o zagueiro Hassan chutou de fora da área tentando surpreender o goleiro Mendy. A bola passou bem perto. Ali Amoez também testou Mendy aos 17. E, aos 21, Edouard Mendy fez a defesa da Copa, mandando para córner uma bola que Mohamad bateu de dentro da pequena área. Até então, o Catar continuava sem marcar gols na sua própria Copa.

Após tanta pressão, o técnico senegalês Aliou Cissé percebeu que precisava modificar a forma como a equipe estava jogando e começou a fazer substituições, até para tentar paralisar o jogo mais vezes. A estratégia não deu certo e, aos 32 minutos, em cruzamento para a área, o reserva Mohammed Muntari testou para o fundo das redes de Mendy, que nem se mexeu. O Catar diminuía a vantagem para 2 a 1 e incendiava a torcida no estádio.

(Foto: Divulgação/FIFA)

Mas a reação foi abortada aos 37 minutos, quando, num cruzamento rasteiro para a área do Catar, o reserva Cheikh Dieng, que entrara há pouco tempo, ampliava o placar para 3 a 1 com um chute indefensável para o goleiro Barsham. A vitória recolocou o Senegal na Copa. Assim, a partida contra o Equador, pela terceira rodada, na terça-feira (29), será decisiva. Já o Catar acabou eliminado após a segunda derrota consecutiva. Mesmo assim, ainda volta a campo para se despedir de seus torcedores, na mesma terça, contra a Holanda.

País de Gales 0 x 2 Irã

Com gols nos acréscimos do segundo tempo, o Irã derrotou o País de Gales por 2 a 0, na manhã desta sexta-feira (25) no Estádio Ahmad Bin Ali (nome de um falecido Emir do Catar), e permanece vivo na luta por uma das duas vagas do Grupo B da Copa do Catar para as oitavas de final.   A partida, que teve início às 13 horas (horário local), sob o sol forte do deserto, favorecia o Irã e exigia ainda mais dos jogadores de Gales.

Aos 53 minutos do 2º tempo, com um a mais em campo, o Irã finalmente balançou as redes do País de Gales. Um míssil de fora da área do reserva Roozbeh Cheshmi entrou no cantinho da meta do também reserva Ward. Inacreditável! O primeiro gol em chute de fora da área nesta Copa do Mundo.

Cabia ainda mais, aos 55 minutos, em contra-ataque rapidíssimo, Ramin Rezaeian apareceu diante de Ward e bateu por cima para dar números finais ao confronto, 2 a 0. O árbitro Mário Alberto Escobar, da Guatemala, apitou o fim do jogo em seguida.

Com o triunfo, o Irã se coloca em ótima posição no Grupo B, pronto para enfrentar os Estados Unidos, na terceira rodada, na próxima terça-feira (29) a partir das 16h. Já os galeses terão os ingleses pela frente no mesmo horário.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Fonte: Agência Brasil

Notícias Relacionadas