Castelo do Piauí

Empresário sequestrado em Castelo do Piauí é resgatado; "ele não tem inimigos", diz irmã

A casa do empresário foi invadida e assaltada pela quadrilha; A vítima foi liberada no Ceará

17/05/2022 12:43h - Atualizado em 17/05/2022 13:00h

Compartilhar no

O empresário Júnior Bandeira, sequestrado na manhã desta terça-feira (17) em Castelo do Piauí, foi liberado e resgatado na cidade de Novo Oriente, no Ceará. O dono de uma empresa de motos na cidade foi abordado por volta das 7h30 da manhã, quando a esposa saia de casa para deixar o filho na escola.


(Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal)

“Uma pessoa que faz caminhada por aqui disse que o carro que os bandidos estavam já estava parado na rua desde cedo. Quando a esposa dele abriu o portão, eles renderam ela e a criança, e invadiram a casa. Colocaram a arma na cabeça da minha mãe, fizeram um arrastão e bateram nele”, contou Iracilda Bandeira.


Castelo do Piauí: carro de empresário sequestrado é encontrado e vítima segue desaparecida 


Segundo a irmã do empresário, os quatro homens levaram pertences da casa, como televisão, joias e dinheiro. Ao anunciarem o assalto, os acusados ainda pediram que Júnior Bandeira fizesse uma transferência bancária no valor de R$ 5 mil. “Na hora, ele ficou nervoso. Ficou calado e acho que não conseguiu fazer o pix. Aí começaram a bater nele [sic]. O dinheiro que tinha em casa também era pouco, mas levaram tudo, documentos e cartões”, explicou.

O carro em que a quadrilha estava foi abandonado na porta da casa da vítima. A família acredita que o crime não foi planejado. “Já teve outro sequestro na cidade. A acho que eles estavam só observando porque o Júnior não tem inimizades, é um menino calado. Nunca recebeu uma ameaça”, pontuou a irmã da vítima.

Parentes se deslocaram até a cidade cearease para buscar o empresário, que precisou prestar depoimento na delegacia local, e rebocar o veículo de Júnior Bandeira, uma Hillux branca, que foi utilizado durante o sequestro.

O Comando da Polícia Militar de Campo Maior informou que dois, dos quatro homens, já foram presos e que faz a PM faz o cerco na região para prender os demais suspeitos, que teriam fugido pela mata após liberarem o empresário.  


(Foto: Divulgação)

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário