A volta de Jesus: Flamengo negocia com o Benfica para liberação do treinador

A multa par a deixar o clube português gira em torno de 6 milhões de euros (quase R$ 39 milhões), mas pode ser ainda maior com toda a comissão técnica

22/12/2021 11:45h - Atualizado em 22/12/2021 13:20h

Compartilhar no

A diretoria do Flamengo se reuniu com o treinador Jorge Jesus, na noite desta terça-feira (21), em Cascais, Lisboa. Horas depois do encontro, o técnico do Benfica disse ‘sim’ para um possível retorno ao clube carioca, segundo a imprensa europeia. A multa par a deixar o clube português gira em torno de 6 milhões de euros (quase R$ 39 milhões), mas pode ser ainda maior com toda a comissão técnica.

Jorge Jesus conhece o Flamengo e a torcida o idolatra. A solução ideal está perto de acontecer.

Foto: Reprodução/Instagram

O encontro foi publicado inicialmente pelo jornal português "Record". Na conversa, não houve proposta oficial, mas Jorge Jesus manifestou seu interesse de voltar ao Flamengo. O próximo passo da diretoria rubro-negra é negociar com o Benfica a liberação do treinador, antes de conversar com ele sobre valores e tempo de contrato.

A tendência é que o Benfica faça jogo duro para a liberação, pois, apesar de Jesus não viver um bom momento no clube, a direção dos encarnados não gostou da ofensiva do Flamengo ao seu técnico. O contrato do comandante com o clube português vai até junho de 2022.

Enquanto isso, o vice-presidente de futebol do Flamengo, Marcos Braz, e o diretor executivo de futebol, Bruno Spindel, precisam reunir-se com Rui Costa, presidente benfiquista, para negociar as condições de saída de Jesus.

No Flamengo, de junho de 2019 a julho de 2020, Jorge Jesus gravou seu nome na história do clube. Comandou a equipe nas conquistas da Libertadores, do Brasileiro, do Carioca, da Supercopa do Brasil e da Recopa Sul-Americana. Em 57 jogos, foram apenas quatro derrotas.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Fonte: Com informações da Agência Brasil

Deixe seu comentário