Rainha Elizabeth II morre aos 96 anos na Escócia

Reinando por 70 anos, Elizabeth II é considerada a rainha britânica mais longeva da história.

08/09/2022 14:42h - Atualizado em 08/09/2022 17:04h

Compartilhar no

Morreu na tarde desta quinta-feira (08), aos 96 anos, a Rainha Elizabeth II, no castelo de Balmoral, na Escócia. A informação foi confirmada pela família real britânica nas redes sociais. O corpo retornará para Londres na manhã de sexta-feira (09). 

"A rainha morreu pacificamente em Balmoral esta tarde. O rei e a rainha consorte permanecerão em Balmoral esta noite e retornarão a Londres amanhã", escreveu a Casa Real britânica no Twitter.

(Foto: Reprodução/Instagram)

Na manhã desta quinta, os quatro filhos da rainha,  junto ao seu neto, o príncipe William, foram até o castelo de Balmoral após ter sido anunciado que a Rainha estava sob forte supervisão médica.

A saúde da rainha Elizabeth já vinha sofrendo alguns contratempos. Em outubro do ano passado, a ocupante do trono britânico passou uma noite hospitalizada para ser submetida a exames médicos que nunca foram detalhados. Nos meses seguintes, ela reduziu a agenda pública e, nos poucos eventos dos quais participou, demonstrou dificuldade de locomoção e andou com auxílio de uma bengala. Em fevereiro deste ano, a monarca contraiu coronavírus e, depois, disse ter ficado "muito cansada e exausta".

Quem assume o trono?

Reinando por 70 anos, Elizabeth II é considerada a rainha britânica mais longeva da história. Com seu falecimento, seu filho mais velho, o agora Rei Charles III, aos 73 anos, assume o trono do Reino Unido e de outros 14 países. 

(Foto: Reprodução/Instagram)

Em seu primeiro comunicado oficial como Rei, Charles lamenta profundamente a morte de sua mãe. "A morte da minha amada mãe, a Vossa Majestade a Rainha,  é um momento de grande tristeza para mim e para todos os membros da minha família. Sei que a perda dela será profundamente sentida ao redor do país, reinos e Comunidade das Nações, e por incontáveis pessoas ao redor mundo", ressaltou.

O rei acrescentou que, durante este período de luto e mudanças, sua família será confortada pelo respeito e afeto com o qual a rainha era tratada.

Charles era o primeiro na linha de sucessão ao trono. Agora, o novo rei deve realizar um pronunciamento à nação e viajar pelo Reino Unido.

Trajetória

A rainha nasceu em 21 de abril de 1926 e tornou-se herdeira aos 10 anos de idade, depois que seu tio Eduardo VIII abdicou do trono, passando a coroa para o irmão, Rei George VI, pai de Elizabeth. Aos 25 anos, com a morte de seu pai, em 6 de fevereiro de 1952, tornou-se regente. Em 2 de junho de 1953, aos 26 anos, foi coroada rainha do Reino Unido. 

Casou-se em 1947, com o príncipe grego, o oficial da Marinha Philip Mountbatten, e tiveram quatro filhos: os príncipes Charles, Anne, Andrew e Edward. Charles, o mais velho, nascido em 1948, é o próximo rei britânico. 

Elizabeth foi a rainha que serviu mais tempo como monarca em toda a história do Reino Unido. Segundo informações da família real, ela se envolveu, como patrona real ou presidente, com mais de 600 obras de caridade, associações militares, corporações profissionais e organizações de serviço público. 

Além de servir como rainha do Reino Unido, foi chefe de Estado de outras 14 nações independentes: Austrália, Nova Zelândia, Canadá, Jamaica, Antígua e Barbuda, Bahamas, Belize, Granada, Papua Nova Guiné, Ilhas Salomão, São Vicente e Granadinas, São Cristóvão e Névis, Santa Lúcia e Tuvalu.

Em seu reinado, trabalhou com 15 primeiros-ministros, sendo o primeiro deles Winston Churchill e a mais recente Liz Truss, que assumiu o cargo há poucos dias. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Fonte: Estadão Conteúdo e Agência Brasil

Deixe seu comentário