Timon

Candidato da Prefeita Dinair, Celso Tacoani é eleito presidente da Câmara de Timon

O vereador Uilma Resende (PDT) deixará a presidência da casa em dezembro após várias polêmicas e brigas com a gestão municipal.

11/07/2022 11:40h - Atualizado em 11/07/2022 11:56h

Compartilhar no

O vereador Celso Tacoani (Pc do B) foi eleito, na manhã desta segunda (11), presidente da Câmara Municipal de Timon para o biênio 2023-2024. Apoiado pela prefeita Dinair Veloso o parlamentar comunista venceu pelo placar apertado de 12 x 9 e “recupera” a câmara da oposição que comandou o legislativo desde o início da nova legislatura. O vereador Uilma Resende (PDT) deixará a presidência da casa em dezembro após várias polêmicas e brigas com a gestão municipal.

A grande surpresa da eleição da mesa diretora foi o vereador Juarez Morais (PSC). O parlamentar estava alinhado com a oposição, porém na última hora decidiu apoiar a o candidato da prefeitura, aumentando vantagem do candidato governista.

Celso Tacoani destacou a parceria com o executivo. “É uma missão que levo com orgulho e satisfação por ser escolhido pelos meus colegas para ser o presidente da mesa do segundo biênio. Estivemos desde o começo do ano sempre entrosados no propósito de ganhar essa presidência para poder fazer um mandato diferente do que está acontecendo agora. Voltado para o interesse do nosso povo. Para contribuir com a administração da prefeita Dinair que está fazendo um excelente trabalho e ajudar ela”, afirmou o vereador.

Vereador Celso Tacoani. Foto: Divulgação

Já o vereador da oposição que foi vencido, Helber Guimarães (Republicanos), lamentou a derrota. “Esse é um processo de oposição, nós decidimos montar a nossa chapa por que a oposição de Timon tem mais votos que esse grupo aí a frente. Decidimos por estar junto com a população, saímos com um resultado negativo e desejamos sorte ao companheiro Celso, que faça um excelente trabalho”, disse o parlamentar.

Modernização

O atual presidente do Legislativo, Uilma Resende, que deixe o comando da casa em dezembro, valorizou o avanço na transparência da Câmara. O político deixará o comando após se recusar a votar o orçamento do município e apresentar dificuldades a gestão de Dinair Veloso. “Um balanço positivo, modernizamos o portal da transparência da Câmara as nossas sessões sendo transmitidas ao vivo. Colocamos muita transparência e elevamos o nome da Câmara Municipal de Timon. A eleição deveria ter sido realizada em fevereiro, quem for eleito hoje só assume em janeiro, então não víamos urgência na eleição da presidência”, disse o vereador.

Atual Presidente da Câmara Uilma Resende.  Foto: Divulgação

Sem perseguição

Futuro presidente, Celso Tacoani negou que vá perseguir os vereadores da oposição que votaram contra ele.  “Não vamos perseguir nenhum vereador, vamos ser o presidente dos 21 vereadores, respeitando as prerrogativas sem cortar direitos. Trabalhando em cima do regimento da casa e da lei orgânica”, concluiu o político. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário