Timon

Caso Joycilene: adolescentes confessam participação no crime; polícia investiga suspeitos

Pelo menos seis pessoas, entre adultos e adolescentes, estão envolvidas na morte de Joycilene Nascimento Silva

20/09/2022 15:43h

Compartilhar no

Duas adolescentes confessaram estar envolvidas na morte de Joycilene Nascimento Silva, de 32 anos, que foi encontrada nas águas do Rio Parnaíba no último dia 6 de setembro, após ser torturada por membros de uma facção criminosa em Timon (MA). Em depoimento à Delegacia de Homicídios de Timon, as menores de idade alegaram que estavam sob efeito de álcool.

De acordo com o delegado Otávio Chaves, pelo menos seis pessoas, entre adultos e adolescentes, estão envolvidas na morte de Joycilene. “Temos alguns nomes e estamos buscando identificar todos os criminosos”, afirma.

Joycilene Nascimento Silva foi torturada até a morte; seu corpo foi encontrado no Rio Parnaíba(Foto: Divulgação/Redes sociais)

O delegado explica que a vítima foi morta apenas porque morava em um bairro que era dominado pela facção rival à do bairro em que se encontrava em Timon. “Ela foi assassinada pelo simples fato de morar em um bairro onde predominava uma facção e ter ido a uma festa onde predomina uma outra facção”, comenta.

Ainda segundo o delegado, não há indícios que a irmã da vítima, que havia levado Joyciele para a festa em que teria sido torturada, tenha algum envolvimento com o crime. “Não temos qualquer informação sobre a irmã envolvida no assassinato. Ela mora em um bairro diferente da Joycilene e talvez por isso não tenha sido o alvo”, destaca Otávio Chaves.

As adolescentes envolvidas no caso foram encaminhadas à Delegacia do Adolescente Infrator de Timon. Já os adultos serão indiciados. O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Timon segue investigando o caso. 


Relembre o caso

Joycilene Nascimento Silva, de 32 anos, foi encontrada sem vida nas águas do Rio Parnaíba, próximo ao bairro São Joaquim, zona Norte de Teresina, no último dia 6 de setembro. A vítima, mãe de cinco filhos, foi torturada até a morte por membros de uma facção criminosa. 

De acordo com relato de um amigo da vítima, que não quis se identificar, Joycilene havia ido a uma festa em Timon (MA) no domingo (04) e acabou sendo levada pelos criminosos. “O que sabemos é que ela saiu com uma irmã por parte de pai e foram para um evento. Depois a irmã levou ela para uma reggae e lá o pessoal da facção a pegaram”, conta. 

Segundo o relato, a vítima não teria vínculo com facções criminosas e pode ter sido confundida. “Ela foi para uma região de outra facção e foi assassinada injustamente”. 

Em vídeo divulgado nas redes sociais, é possível ver o momento em que Joycilene Silva foi torturada. O amigo da vítima pede justiça pelo caso. “Agora tem cinco crianças sem o apoio da mãe daqui pra frente. A gente pede justiça”, diz. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Edição: Adriana Magalhães

Deixe seu comentário