Timon

Timon: Moradores do bairro Joia fazem abaixo-assinado devido a quedas de energia na região

“Durante a noite, os ventiladores perdem força, ar condicionados param de gelar e a geladeira começa a oscilar”, relata um morador do bairro

12/09/2022 15:48h - Atualizado em 13/09/2022 09:23h

Compartilhar no

“A cada dia que passa a situação fica pior”, é o que relata um dos moradores do Bairro Joia, em Timon (MA), que vem enfrentando, há muito tempo, oscilações na energia elétrica, o que causa diversos prejuízos, como perda de aparelhos e eletrodomésticos. Devido ao problema, os moradores da região decidiram fazer um abaixo-assinado que será entregue à empresa responsável, a fim de que a questão possa ser solucionada. 


Leia também: Obra da Estrada da Alegria é novamente paralisada e Prefeitura fará nova licitação 

Moradores do bairro Joia, em Timon, relatam problemas com a energia elétrica (Foto: Arquivo O DIA)

De acordo com os moradores, o problema costuma piorar no horário da noite, quando boa parte das famílias já se encontra em sua residência fazendo uso da energia elétrica. “Durante o dia há pouquíssimas oscilações, mas ainda há, o que já demanda preocupação. Mas, durante a noite, a partir das 19h, a situação fica impossível. Os ventiladores perdem força, ar condicionados param de gelar, a geladeira começa a oscilar e fica cada vez mais inseguro você utilizar seus eletrodomésticos e eletroeletrônicos”, afirma Bruno Thompis Alves, que reside no bairro Joia há um ano e convive com a situação desde que se mudou. 

Os moradores do bairro já fizeram diversas reclamações e solicitações, no entanto, o problema ainda não foi resolvido.  Bruno Thompis conta que, há pouco mais de uma semana, precisou dormir sem ar-condicionado e quase sem ventilador, devido às oscilações de energia. “O ventilador não estava ventilando quase nada. Imagina essa situação numa noite de B-R-O BRÓ e com um bebê”, diz o morador. 

Aparelhos como ar-condicionado correm risco de queima devido oscilações de energia no bairro Joia (Foto: Reprodução/Pexels)

Segundo o relato, o ar-condicionado parou por conta da voltagem, que estava muito baixa. “O risco de queima foi muito alto. Tivemos que gastar com um técnico pra ele poder avaliar se houve problema no aparelho ou não”, pontua Bruno Thompis. 

Bruno explica que, após a situação, ele acionou a empresa e uma equipe de funcionários foi até o local realizar a manutenção. Eles chegaram a informar que, para toda a região, havia apenas um transformador, equipamento responsável por transmitir potência ou energia elétrica.

“Ligamos para a Equatorial vir vistoriar. Eles vieram e o técnico que me atendeu foi bem direto: já havia atendido a outros quatro casos como o meu, no mesmo bairro, relatando os mesmos problemas. Quando ele fez a medição, informou que a voltagem estava correta mas, na parte da noite e madrugada, a energia realmente oscila porque a estrutura não é adequada para atender o bairro inteiro que tem crescido exponencialmente. Ou seja, falta à fornecedora se adequar à realidade”, comenta. 

Único poste de energia da rua foi instalado pela construtora das casas

De acordo com os moradores, foi preciso fazer mesmo até gambiarras para ter acesso a rede elétrica. "Temos um único poste para abastecer todas as casas da rua, só tem um poste para a rua inteira e esse poste foi a construtora das casas que instalou", diz uma moradora.

Ela comenta que, os pontinhos pretos que aparecem na foto a seguir, são gambiarras feitas para garantir o acesso a energia. "No mês que tem mais vento ou chuva, a energia oscila ainda mais porque a instalação não está feita de acordo com os padrões que deveria ter sido. Já fiquei dois dias sem energia em casa por causa disso".

Moradores do bairro Joia fazem gambiarra para ter acesso a energia (Foto: Arquivo O DIA)

Contraponto

A equipe de reportagem do Portal O DIA entrou em contato com a Equatorial, empresa que fornece energia na região. A demanda foi encaminhada ao setor responsável, que informou estar ciente da situação e afirma já ter enviado uma equipe ao local para mapear a área.

Confira a nota de esclarecimento

Sobre situação de oscilação de energia relatada por moradores do bairro Joia, em Timon, a Equatorial Maranhão informa que já iniciou o levantamento e ações para sanar a situação o mais breve possível. Nesta segunda-feira (12), uma equipe esteve no local mapeando a área e realizando inspeções com o propósito de buscar uma solução definitiva para o caso.

A Distribuidora ressalta que em casos de falta ou oscilação de energia os clientes podem registrar na Central 116 ou enviar mensagem para a assistente virtual, Clara, por meio do whatsapp (98) 2055 0116.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Edição: Adriana Magalhães

Deixe seu comentário