Ciro Gomes mantém pré-candidatura após possíveis desistências de Moro e Dória

A confirmação veio após as possíveis desistências de João Dória e Sérgio Moro à corrida ao Palácio do Planalto

31/03/2022 12:39h

Compartilhar no

Nas redes sociais, o pré-candidato à Presidência da República Ciro Gomes, do PDT, reafirmou nesta quinta-feira (31), que deve continuar na disputa pelo Palácio do Planalto nas eleições de outubro. Ciro disse por meio de uma postagem, que “muitos vão ceder, mas não serei eu”.

A confirmação da manutenção da campanha veio após as possíveis desistências de João Dória, do PSDB, e de Sérgio Moro (Podemos), à corrida ao Palácio do Planalto também nesta quinta. Especula-se que Dória já desistiu de concorrer à Presidência da República e que deve tornar pública a decisão. O tucano cancelou agendas externas e manteve evento com prefeitos no Palácio dos Bandeirantes às 16h, quando deve fazer o anúncio oficial.

(Foto: ODIA)

Já o ex-juiz e ex-ministro Sérgio Moro informou hoje à presidente do Podemos, Renata Abreu, que deixará o partido. Ele foi convidado a ir para o União Brasil para ser candidato a deputado federal. Moro foi apresentado como pré-candidato presidencial, mas enfrentava resistências no Podemos, sobretudo dos deputados federais, que resistem a ceder a quantia do fundo eleitoral para a campanha ao Palácio.

Ciro foi confirmado como candidato do PDT ainda em janeiro, na convenção nacional do partido em Brasília. A pré-campanha foi lançada oficialmente durante evento da legenda na sede do partido, transmitida virtualmente com o lema da campanha "a rebeldia da esperança".

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário