Trabalho por aplicativo é o grande desafio do TST, diz Liana Chaib

Ela disse também que sua condição de mulher e Nordestina contribui para um olhar para as minorias

29/11/2022 17:29h

Compartilhar no

A ministra do Tribunal Superior do Trabalho, Liana Chaib, apontou nesta terça-feira (29/11) em entrevista ao programa O Dia News, da O Dia Tv, que a regulamentação do trabalho por aplicativos será o seu maior desafio como membro da corte trabalhista. A piauiense teve seu nome aprovado pelo Senado Federal e sua nomeação foi publicada no Diário Oficial da União na última sexta-feira (26/11).

“Meus desafios são as novas modalidades que estão aí e que ainda não estão definidas. O trabalho intermitente, o teletrabalho e o trabalho por plataformas digitais, que a reforma (trabalhista) não abrangeu”, disse. Ela disse também que sua condição de mulher e Nordestina contribui para um olhar para as minorias e as condições de trabalho na sua região de origem.

Foto: Agência Senado 

Liana Chaib comentou ainda o caráter protetivo da legislação ao responder sobre a quantidade de ações contrárias aos empregadores. “Você tem uma legislação que é protetiva. Era e continua sendo após a reforma (trabalhista). Se você vai para o direito do consumidor, a legislação defende o consumidor, não é o juiz. O juiz aplica a lei. A CLT vem de uma época que a relação capital e trabalho era diferente”, afirmou. 

O processo de escolha

A nova ministra revelou os trâmites para o processo de escolha do Senado. Ela revelou que visitou mais de 60 senadores apresentando suas ideias e respondendo a questionamentos dos parlamentares. 

“Essa é a quarta vez que concorri. Quando você chega na sabatina você já está exausta. Primeiro você tem que visitar os senadores para eles conhecerem você. A sabatina é o momento, mas a verdadeira sabatina é no gabinete dos senadores, porque lá ele te interroga, vê qual seu perfil”, concluiu. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no