Altos

Em Altos, homem é condenado a 38 anos de prisão por matar namorada de desafeto

A vítima estava em um bar na companhia do namorado, Eduardo Alcides de Sousa, quando foi assassinada.

01/12/2021 10:03h - Atualizado em 01/12/2021 17:21h

Compartilhar no

O Tribunal do Júri da Comarca deAltos condenou, na última segunda-feira (29), João Alves Maciel Neto pelo homicídio da jovem Taís Naira Lopes Meneses, de 17 anos, ocorrido em 27 de junho de 2017. A pena foi afixada em 38 anos de reclusão.

De acordo com a denúncia do Ministério Público do Piauí (MPPI), a vítima estava em um bar na companhia do namorado, Eduardo Alcides de Sousa, quando foi assassinada por João Alves com disparos de arma de fogo. As investigações apontaram que, no dia do crime, o réu tinha como o alvo o namorado da jovem, que era seu desafeto.

Foto: Reprodução

Segundo o MPPI, as vítimas estavam saindo do estabelecimento quando uma motocicleta com dois homens se aproximou do casal. João Alves desceu da motocicleta e atirou contra Eduardo Alcides de Sousa, que foi atingido no braço.

“Nesse momento, sua namorada correu em direção de Eduardo, que já fugia do local. Ato contínuo, o denunciado alardeia: toma, vagabunda! Então dispara contra a adolescente, que foi atingida de maneira fatal, vindo a óbito”, descreve o MPPI.

Ainda de acordo com a denúncia, o acusado tinha problemas com Eduardo Alcides e o havia ameaçado anteriormente. Na data do crime, ele teria ligado duas vezes para Eduardo Alcides, o ameaçando de morte.

Diante dos fatos, o réu foi condenado por homicídio, pela morte de Thaís Niara, e pela tentativa de homicídio, no caso de Eduardo Alcides de Sous, ambos praticados por motivo fútil e com impossibilidade de defesa das vítimas.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário