“Não dá mais”: Governadora critica transporte público e busca solução com Dr. Pessoa

A direção do Partido dos Trabalhadores ameaça até mesmo acionar juridicamente o TRE para regularizar o sistema no dia do 2° turno

10/10/2022 12:10h - Atualizado em 10/10/2022 14:19h

Compartilhar no

Após se reunir com o Prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, a Governadora Regina Sousa voltou a fazer duras críticas ao sistema de transporte coletivo da capital. De acordo com a gestora, é “impossível” uma capital do tamanho de Teresina estar a tanto tempo com graves problemas de mobilidade urbana.

A direção do Partido dos Trabalhadores (PT) ameaça até mesmo acionar juridicamente o TRE para regularizar o sistema no dia do segundo turno da eleição presidencial.

Em crise desde o início da pandemia, o sistema de transporte público de Teresina não foi reestabelecido em sua integralidade desde então. Os terminais de integração sequer foram reativados e os terminais de transbordo estão sucateados em sua maioria. Empresários e trabalhadores do setor apontam que um colapso no transporte pode ocorrer nos próximos meses.

FOTO: Assis Fernandes / O DIA

Regina Sousa falou sobre a reunião com Dr. Pessoa, e lamentou a falta de conhecimento da real situação. “Expressamos a nossa preocupação com a situação do transporte, não só com o dia das eleições, mas com o transporte em Teresina, não dá mais, dois anos e a gente tem que ajudar a caminhar para a eleição. Lá no começo, quando ele tomou posse, tivemos uma conversa sobre a compensação do Estado para gratuidade, precisa ter planilhas, números, pra isso montamos um grupo com representantes do dois lados”, disse a Governadora.

Já o Senador Wellington Dias comentou reunião realizada com o presidente do TSE, Alexandre de Moraes, e cobrou o cumprimento da lei para oferecer transporte no 2° turno. “O grande desafio é garantir as condições do eleitor comparecer e votar. Eu participei de uma agenda com o ministro Alexandre de Moraes, onde tratamos de um esclarecimento melhor na decisão do ministro Barroso, no transporte no dia da eleição. A Lei diz que é direito do eleitor e da eleitora o direito ao transporte, então, como garantir isso? Teve uma reunião na sexta-feira e o presidente do TRE, Erivan, deverá adotar medidas que ficarão acertadas. Hoje, deve sair uma regulamentação”, finalizou.

Alternativa

De acordo com a Governadora uma reunião entre o grupo de trabalho montado pode sinalizar alternativas. “Vamos essa semana sentar para tentar solucionar o problema, é impossível uma capital como Teresina continuar sem transporte público. Para o dia da eleição a mesma coisa, na anterior estava combinado que íamos bancar a gratuidade, e o sindicato se negou a entrar na roda e nada aconteceu”, finalizou. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no