“O Dr. Pessoa é um completo ausente da Prefeitura”, diz Kléber Montezuma

Em crise administrativa a Prefeitura enfrenta sérias dificuldades em meio aos cortes em áreas essenciais como saúde e assistência social

14/12/2021 08:16h

Compartilhar no

O ex-secretário de educação de Teresina, Kléber Montezuma,  voltou a fazer duras críticas ao atual prefeito de Teresina, Dr. Pessoa. Na manhã da última segunda (13) o professor afirmou que  Dr. Pessoa estaria completamente ausente da gestão municipal da capital e quem, de fato, estaria governando o município seria o vice-prefeito, Robert Rios. Em crise administrativa a Prefeitura enfrenta sérias dificuldades em meio aos cortes em áreas essenciais como saúde e assistência social. Doze meses após assumir a administração Dr. Pessoa ainda não conseguiu resolver a crise no transporte público e acumula obras paradas pela cidade. 

De acordo com Kléber Montezuma, a ausência do principal responsável por resolver os problemas de Teresina seria o principal fator responsável pelo caos encontrado na Prefeitura de Teresina. “Tenho visto pesquisas que mais de 60% dos entrevistados reprovam essa atual gestão, a população está insatisfeita. O que a gente vê de fato é que do ponto de vista administrativo o prefeito é um completo ausente, quem assume a prefeitura na ausência dele é o vice e assume da forma que ele costuma fazer, atacando as pessoas, xingando e destratando as pessoas, pensando que ele é o dono do mundo. Eu espero que o prefeito eleito assuma as suas responsabilidades administrativas, ele ainda tem três anos pela frente, dá tempo dele assumir a administração e cuidar da cidade”, disse o ex-secretário.


Leia Mais: 

O Professor listou os maiores problemas enfrentados  por Dr. Pessoa  desde janeiro e lamentou mais cortes dos profissionais de educação. “Basta a gente olhar esse imbróglio dos ônibus coletivos em Teresina, se passaram doze meses e não se resolve, ao contrário, todo dia é um problema. Basta a gente olhar para a saúde em Teresina, o quanto regrediu o atendimento, a insatisfação de médicos e enfermeiros e de profissionais como um todo. Basta a gente olhar com os professores, foi retirado ilegalmente um bônus dos professores da educação infantil de Teresina, eles tem direito por lei municipal e não está sendo pago aos professores, basta a gente olhar esses desmandos todo”, concluiu Kléber Montezuma.

A Secretaria de Comunicação do município foi consultada para esclarecer as críticas feitas por Kléber Montezuma, porém até a publicação da matéria não havia se manifestado. O Portal ODia se mantém a disposição para os devidos esclarecimentos. 

Foto: Assis Fernandes/ODIA

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário