“O PT não vai servir de barriga de aluguel”, afirma Dudu sobre filiações para 2022

Por outro lado, enalteceu as demais siglas que trabalham na formação das chapas proporcionais

09/12/2021 16:19h - Atualizado em 09/12/2021 17:11h

Compartilhar no

O vereador Dudu Borges (PT), pré-candidato a deputado estadual, defendeu nesta quinta-feira (09) que o Partido dos Trabalhadores estabeleça critérios rígidos para receber políticos de mandatos para a disputa eleitoral do próximo ano. O parlamentar, por outro lado, afirmou que o partido busca fortalecer a base do governo e enalteceu as demais siglas que trabalham na formação das chapas proporcionais. 


Leia tambémDesistência de Lucy e candidatura de filha de Firmino muda o cenário político na capital 


“Não podemos abrir o PT para qualquer um que queira se filiar porque está sem partido e precisa de uma estratégia. Temos os partidos que se organizaram e outros sem estar com essa formatação. Não vai ser o PT essa barriga de aluguel eleitoral. Defendemos que os partidos se fortaleçam”, disse.

Foto: Jailson Soares / O Dia

Dudu lembrou que o partido possui uma chapa formada com 21 homens e cinco mulheres e que para cada homem que entre para a disputa será necessário sacrificar um pré-candidato do PT. “Não vamos jogar os pés em todo mundo. Uma coisa é certa, vamos continuar construindo nossa estratégia sem prejudicar e sem ser prejudicado”, declarou. 

O pré-candidato também defendeu os outros partidos que compõem a base ao afirmar: “As transformações do Piauí não é só obra e graça do PT. É obra e graça de homens e mulheres que constroem esse modelo conosco. A redução do número de partidos na base vai acontecer naturalmente pela própria legislação. O PT vai estar sempre aberto para ajudar a todos esses partidos que compõem esse leque para que possamos estar fortalecidos”, disse. 

Dudu comentou que a possibilidade da criação de uma federação que reúna PT, PCdoB, PV e PSB modificará a formatação das chapas no estado. O vereador foi incisivo ainda contra a permanência de parlamentares da base no PL, que filiou recentemente o presidente Jair Bolsonaro. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário