“Quem quiser sair do PSDB não sofrerá retaliação”, diz Luciano Nunes

Os vereadores Venâncio Cardoso e Gustavo de Carvalho, eleitos na legenda em 2020, podem deixar o partido

23/01/2023 09:58h

Compartilhar no

O ex-deputado estadual Luciano Nunes confirmou a intenção de ser candidato a Prefeito de Teresina pelo PSDB em 2024. O advogado coordena o processo de reconstrução da legenda no estado após um fraco desempenho na última eleição. Como parte da reestruturação a sigla deverá lançar candidato a Prefeitura de Teresina e fortalecer a chapa proporcional do partido. Dentro da reconstrução está a saída de vereadores que não  se alinham com a legenda hoje.

Além de Luciano, o ex-prefeito Silvio Mendes e outros nomes são cogitados para serem candidatos ao palácio da cidade. Para Luciano a candidatura será uma obrigação.

 “Quando a gente fala em reestruturar o PSDB é natural que surjam essas perguntas. O PSDB certamente vai ter candidato, vamos apresentar uma alternativa ao povo de Teresina até por uma questão de obrigação nossa. Para fazer essa comparação entre as gestões é preciso ter candidato, meu nome está sim a disposição do partido e temos outros nomes valorosos que serão analisados”, revelou.

Para o ex-deputado, porém, a candidatura não será uma imposição dos novos filiados da sigla.“Já discutimos internamente que todos são bem vindos, quem vier terá que se submeter ao partido, às regras e a vontade da maioria. Não tem essa história de vir para ser candidato”, afirmou.

FOTO: Arquivo O Dia

Sem retaliação

O parlamentar comentou também a situação de vereadores da sigla estão praticamente fora do ninho tucano. Casos como o do vereador Venâncio Cardoso e Gustavo de Carvalho. Eleitos na legenda em 2020, ambos não atuam alinhados com o PSDB e fazem parte da base de Dr. Pessoa.

Luciano confirmou que o partido liberará os vereadores sem atritos. “A chapa proporcional é um dos focos desta reestruturação, de ampliar a nossa base na Câmara Municipal para o ano que vem. Vamos trabalhar para atrair novos candidatos e ter uma chapa competitiva. Já está pacificado, quem quiser sair não vamos criar nenhum embaraço, não vai ter nenhum tipo de retaliação”, finalizou.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no