Cidadania alinha estratégias para candidatura de Washington Bonfim

O encontro contou com a participação (online) de Roberto Freitas, presidente nacional do Cidadania

09/01/2022 17:51h

Compartilhar no

Neste final de semana, o Cidadania se reuniu com apoiadores e pré-candidatos a deputados federal e estadual para traçar estratégias para as eleições que acontecem este ano. O encontro, que tratou de diversas pautas, contou com a participação (online) de Roberto Freitas, presidente nacional do Cidadania. 


Leia também: Entrada de Washington Bonfim no cenário de 2022 eleva o nível do debate político 


O ex-secretário municipal de Planejamento de Teresina, Washington Bonfim, que irá concorrer ao cargo de governador do Estado do Piauí em outubro, destacou que o encontro foi bastante produtivo e pontuou que já está dialogando com os demais pré-candidatos do partido, que devem disputar o parlamento. Além disso, Bonfim acrescentou que outras reuniões serão realizadas nos próximos dias para alinhar as estratégias. 

Washington Bonfim destacou que outras reuniões já estão definidas para este mês (Foto: Jailson Soares/ODIA)

“Nós alinhamos uma série de ideias, a partir da fala do presidente Roberto Freitas, que fez uma intervenção online, de Brasília, trabalhando as questões das federações, onde ele colocou a questão dos prazos que isso deve ocorrer. Devemos ter até o final de janeiro uma definição dos partidos com os quais o Cidadania deve federar. As possibilidades maiores hoje são com o PSDB e Podemos, mas isso ainda está em discussão e vai ocorrer nas próximas semanas. O prazo final para a manifestação de todo o partido deve ocorrer até o final de fevereiro”, citou.

Washington Bonfim reforçou que foram discutidas ainda questões relacionadas às chapas proporcionais para deputados federais e estaduais; repasses de estratégias usadas nas pré-campanhas e que foi validado o calendário para as próximas reuniões, que já estão agendadas. No próximo final de semana, por exemplo, o encontro deve acontecer no Norte do Estado, de 14 a 16 de janeiro, além de uma viagem ao Sul do Estado ainda este mês. 

“Neste meio tempo vamos trabalhar a chapa majoritária, especialmente os apoios para formar o time, basicamente os candidatos a vice-governador e Senador (primeiro suplente e segundo suplente). O partido terá conversas específicas com cada um dos candidatos para traçar estratégias de cada um deles e montar caravanas. Foi um alinhamento geral. Somos o primeiro diretório do país que fez essa discussão e nesse formato, que vai servir como modelo para os demais diretórios regionais do Partido”, concluiu.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário