Assembleia aprova prorrogação do afastamento de Wellington até o dia 28 de Novembro

Hoje os deputados estaduais irão se reunir de forma emergencial para votar o afastamento do governador

12/11/2021 08:26h - Atualizado em 12/11/2021 11:02h

Compartilhar no

Atualizado as 10h52

A Assembleia Legislativa do Piauí aprovou, por unanimidade, na manhã desta sexta (12),  o pedido de prorrogação da ausência do governador Wellington Dias (PT) das funções do executivo estadual até o dia 28 de Novembro. A pauta foi aprovada pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e logo em seguida pelo Plenário. 19 deputados participaram da sessão extra nesta sexta. Wellington anunciou nas redes sociais, na última quinta (11) que testou positivo para Covid durante os testes de rotina na Conferência das Nações Unidas sobre as mudanças climáticas 2021 (COP26), na Escócia. A governadora em exercício, Regina Sousa, continua no comando do estado interinamente.

No início da sexta um novo teste feito como contraprova confirmou o diagnóstico positivo de covid-19 do governador.  Todos os demais membros da delegação piauiense foram submetidos a testes RT-PCR e terão os resultados emitidos nas próximas 24 horas. Caso os testes Swab Rápido apresentem resultados negativos, os integrantes do grupo piauiense retornam ao estado tão logo concluam as agendas previstas no evento da COP26, em Glasgow.

Na abertura da votação, o presidente da Assembleia, deputado Themístocles Filho (MDB), agradeceu aos colegas por comparecerem à sessão, uma agendada de última hora, diante da urgência da pauta. "Nessa vida acontecem coisas sobre as quais não temos controle. Qualquer um de nós pode ser acometido por essa doença", disse.

A prorrogação foi aprovada com os votos dos deputados, Cícero Magalhães (PT), Evaldo Gomes (SDD), Francisco Costa (PT), Francisco Limma (PT), Gessivaldo Isaías (Republicanos), Henrique Pires (MDB), Júlio Arcoverde (PP), Lucy Soares (Progressistas), Nerinho (PTB), Severo Eulálio (MDB), Firmino Paulo (Progressistas), Flávio Nogueira Júnior (PDT), Franzé Silva (PT), Gustavo Neiva (PSB), Oliveira Neto (Cidadania), Teresa Britto (PV), Warton Lacerda (PT), Ziza Carvalho (PT), Elisângela Moura (PCdpB) e João de Deus (PT).

O relator da matéria na CCJ, deputado Francisco Limma (PT), emitiu parecer favorável ao pedido de prorrogação, por não haver impedimento quanto à legalidade, juridicidade e regimentalidade técnico legislativa. A Constituição define que as ausências de mais de 15 dias do chefe do Executivo devem ser submetidas a prévia autorização da Assembleia Legislativa, sob pena de perda do mandato.

Matérial original

O Governo do Estado encaminhou para a Assembleia Legislativa do Piauí o pedido de extensão do afastamento do Governador Wellington Dias até o dia 28 de Novembro em decorrência da contaminação por Covid-19. Na última quinta (11) Wellington anunciou nas redes sociais que testou positivo para Covid durante os testes de rotina na Conferência das Nações Unidas sobre as mudanças climáticas 2021 (COP26), na Escócia. Hoje os deputados irão se reunir de forma emergencial para votar o afastamento do governador, que pode ficar na Escócia até o dia 28.

De acordo com o pedido de afastamento inicial o Governador ficaria fora do governo até o próximo dia 15 de Novembro, porém com o teste positivo, Wellington Dias terá que permanecer mais trezes dias no país europeu devido aos protocolos sanitários. Em suas redes sociais o governador tranquilizou os familiares e esclareceu que seu estado de saúde é bom. Nas próximas horas uma contraprova deve ser anunciada para reafirmar se a contaminação realmente existe.  

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário