Com o crescimento da Covid, Ciro e Wellington discutem ampliação de leitos no Brasil

Na última quarta (19) o Brasil bateu mais um recorde negativo, pela primeira vez, desde o início da pandemia, o país ultrapassou a marca de 200 mil casos diários.

20/01/2022 13:29h

Compartilhar no

Diante do avanço de uma nova onda de Covid-19 no Brasil, o Ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, e o Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, tiveram uma reunião na manhã desta quinta (20) com o Governador  do Piauí Wellington Dias. Representando o Fórum dos Governadores do Brasil, Wellington discutiu o  aumento da oferta de leitos para tratamento de pacientes contaminados tanto com Covid-19 quanto por Influenza H3N2.  

Na última quarta (19) o Brasil bateu mais um recorde negativo, pela primeira vez, desde o início da pandemia, o país ultrapassou a marca de 200 mil casos diários. Wellington revelou os detalhes da reunião e mostrou preocupação com o crescimento da ocupação hospitalar. “Hoje pela manhã tive uma agenda com o fórum dos governadores do Brasil e o Ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, conversamos hoje pela manhã. No Brasil inteiro nós temos uma situação de crescimento no número de pacientes de Covid, H3N2, Influenza, diarreia. Isso gerou um aumento na ocupação de leitos, são sete estados com mais de 70% dos leitos disponíveis ocupados”, disse o governador.

Wellington agradeceu a atenção de Ciro Nogueira e confirmou que os governadores trabalham para evitar um novo colapso no sistema de saúde. “Dia 31 de janeiro vence um acordo com o governo federal para a existência de um credenciamento destes leitos da rede hospitalar municipal, estadual, federal, público e privado, voltado o atendimento. O Ministro Ciro já conversou com o Ministro Queiroga e me retornou a ligação dizendo que eles estão acompanhando e deverão atender. A discussão é se deixam uma reserva para estados onde há crescimento ou se atende àqueles que estão com um volume maior de pacientes para o atendimento. Isso é muito importante para gente evitar outro colapso”, concluiu o governador. 

FOTO: Arquivo ODIA

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário