Concessão do Platô de Guadalupe e Tabuleiros Litorâneos devem gerar até 50 mil empregos

A assinatura dos editais para estudos de viabilidade foi realizada na manhã desta quarta

29/06/2022 13:30h

Compartilhar no

O Ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira e o Ministro do Desenvolvimento Regional, Daniel Ferreira, anunciaram na manhã desta quarta (29) a assinatura dos editais para estudos de viabilidade para a implantação de polos de agricultura irrigada nas regiões do Platô de Guadalupe e dos Tabuleiros Litorâneos. A expectativa é gerar até 50 mil empregos nos dois polos.  

O primeiro projeto será instalado na cidade de Guadalupe e tem potencial para irrigar até 32 mil hectares com águas captadas do lago da Barragem de Boa Esperança. A primeira etapa do projeto já foi implementada, com quase 3,2 mil hectares. Outros 11,7 mil hectares da segunda etapa ainda serão colocados em operação. A previsão é que o empreendimento possa gerar 30 mil empregos diretos e indiretos.

Já os Tabuleiros Litorâneos ocupam áreas dos municípios de Parnaíba e Buriti Lopes e contam com potencial de irrigação de uma área total de 8,4 mil hectares – até agora, 2,4 mil hectares já estão em operação. Cerca de 17 mil empregos poderão ser gerados na região.

FOTO: Ascom MDR

Ciro Nogueira comentou a assinatura e ressaltou que milhares de piauienses serão beneficiados. “Hoje, ao lado do ministro do Desenvolvimento Regional, Daniel Ferreira, fiz a assinatura dos editais para elaboração, pela iniciativa privada, dos estudos de viabilidade dos Perímetros Irrigados Platôs de Guadalupe e Tabuleiros Litorâneos, um sonho do nosso estado. Combinados, os dois empreendimentos vão beneficiar mais de 190 mil piauienses, com geração de quase 50 mil empregos nas regiões de Guadalupe, Parnaíba e Buriti dos Lopes. Com a assinatura do edital, as empresas interessadas vão manifestar o desejo de realizar os estudos de viabilidade dos projetos, sem custos à União”, finalizou”, comentou Ciro Nogueira.

Ambas as áreas são administradas pelo Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), instituição vinculada ao MDR, e foram qualificadas para concessão à iniciativa privada no âmbito do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI)

Iniciativa inovadora

O Ministro Daniel Ferreira salientou a importância da criatividade para o desenvolvimento do país em meio a crise econômica. “Em um momento de escassez do Orçamento Geral da União, em que não podemos fazer investimentos muito grandes, tentamos buscar soluções inovadoras e trazer a iniciativa privada para perto das gestões públicas”, destacou o ministro Daniel Ferreira. “Este ano, conseguimos fazer o primeiro leilão de resíduos sólidos da história do Brasil, em Minas Gerais, e também fizemos a concessão do Baixio de Irecê, na Bahia, que é o maior perímetro público irrigado da América Latina”, completou.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário