Consórcio privado investirá R$ 68 milhões para transformar Zoobotânico em Bioparque

A proposta é tornar o local mais inclusivo e acessível para crianças, idosos e pessoas com deficiência

23/12/2021 10:08h - Atualizado em 23/12/2021 10:25h

Compartilhar no

O governador Wellington Dias assinou, na última quarta(22), a parceria público-privada (PPP) do Parque Zoobotânico de Teresina, que será transformado em um Bioparque, a partir do conceito de educação ambiental e lazer sustentável voltado para toda a família. A proposta é transformá-lo um local mais inclusivo e acessível para crianças, idosos e pessoas com deficiência, que contará com visitação guiada, áreas de jardinagem e espaços sensoriais.

Cerca de R$ 68 milhões serão investidos na modernização do parque. “Teremos um trabalho conjunto entre poder público e setor privado para trazer esse novo conceito de parque para cuidar dos nossos animais e da biodiversidade da forma mais correta. Também teremos ali um instrumento de lazer e pesquisa para as academias universitárias, além da geração de emprego e renda. Os resultados não serão a curto prazo, mas a longo prazo as expectativas são muitas”, disse o governador Wellington Dias.

Durante os seis primeiros meses a administração do local será compartilhada entre o Consórcio Bioparque Piauí e a Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Semar). “O Bioparque planejado é o que temos de mais próximo da natureza e a intenção é ofertar conforto aos animais. Já vamos entrar com ações emergenciais, como limpeza, segurança e melhores condições para os animais. Logo em seguida começam as obras e vamos isolar as áreas que serão trabalhadas, mas o parque estará aberto para visitações”, afirmou o presidente da concessionária, Luiz Francisco.

A Semar irá realizar os trabalhos de fiscalização e acompanhamento do serviços da concessionária. “A Semar como o órgão gestor competente por manter e operacionalizar o zoo agora estará fazendo esse trabalho em parceria com a empresa para que o objetivo principal seja atendido, que é a revitalização e modernização do parque, com um espaço em que os animais silvestres vivam de forma mais próxima aos seus habitats naturais e para fazer com que a interação dos visitantes com os animais e com a biodiversidade do parque seja feita da forma mais sustentável possível”, explicou o secretário de Meio Ambiente, Daniel Marçal.

A PPP do Zoobotânico irá se espelhar no Bosque dos Jequitibás, uma das principais áreas verdes da região central de Campinas, em São Paulo, que se consolidou como um espaço de lazer centenário. “A PPP vai focar no fortalecimento da pesquisa e da educação ambiental no parque e na interação com o meio ambiente. O projeto prioriza o conceito de bem-estar dos animais com recintos adequados, amplos e mais próximo do habitat natural, abordando o conceito de saúde plena que envolve os eixos fauna, flora, homem e terra”, diz Viviane Moura, superintendente do Programa de PPP Piauí.

FOTO: Assis Fernandes/ODIA

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Fonte: Com informações Governo Do Piauí

Deixe seu comentário