Deputada Rejane Dias nega contato de Lula para assumir Ministério da Mulher

Deputada Federal mais votada em Teresina a parlamentar disse que não é o momento para discutir eleição na capital

20/11/2022 13:56h

Compartilhar no

A Deputada Federal Rejane Dias (PT) negou que tenha recebido qualquer contato de Lula ou da equipe de transição sobre uma possível indicação para assumir o Ministério da Mulher. Nos bastidores o nome da parlamentar piauiense foi ventilado, a indicação de Rejane seria uma articulação do Senador eleito Wellington Dias, um dos líderes da transição.

Nos últimos dias esfriou a possibilidade de Wellington integrar um ministério na futura composição de governo, Dias deve mesmo ser um dos principais líderes de Lula no senado.

Rejane negou qualquer possibilidade e revelou que ficou sabendo através dos meios de comunicação. “É muita especulação, isso é natural em todo início de governo. Eu fiquei sabendo pela imprensa que meu nome estava cotado para assumir o Ministério da Mulher, deixar claro que nunca tratei isso com o Presidente Lula, nunca tratei isso com a Presidente do PT, a Gleisi. Se falaram lá, não me chamaram até agora para comentar”, disse a parlamentar.

FOTO: Tarcio Cruz/ O DIA

Deputada Federal mais votada em Teresina, com 27821 votos, Rejane teve seu nome cogitado dentro do Partido dos Trabalhadores para disputar a Prefeitura de Teresina em 2024. A estratégia da sigla é lançar um candidato majoritário competitivo para fortalecer a chapa proporcional da legenda na capital.  

Para Rejane o momento é de tocar o mandato. “É natural que as pessoas realmente questionem isso, que as pessoas perguntem se meu nome estará a disposição da Prefeitura de Teresina até por que eu fui a deputada federal mais votada. Não é o momento para discutir isso, estou preocupada com a questão do mandato, já estou trabalhando para a construção do novo centro do autismo na capital, a aprovação da PEC na Câmara Federal. Acho que tem o momento certo para discutir isso, fui eleita para ser deputada federal”, concluiu. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no