Indeciso, Dr. Pessoa diz que só escolherá candidato a Governador se houver 2° turno

A posição do Prefeito vai de encontro ao seu grupo político que já definiu seus candidatos

18/08/2022 10:51h - Atualizado em 18/08/2022 11:14h

Compartilhar no

O Prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, revelou que só decidirá quem apoiará na disputa pelo Governo do Piauí no segundo turno da eleição estadual, o gestor afirmou que só no dia 03 de outubro anunciará seu candidato. A posição do Prefeito vai de encontro ao seu grupo político que já definiu seus candidatos, Jeová Alencar apoiará Silvio Mendes (UB), enquanto o próprio filho do prefeito, João Pessoinha e o vice, Robert Rios, apoiarão o petista Rafael Fonteles.

Nos bastidores se especula que a alta impopularidade do prefeito e o nível de rejeição elevado  pesam na tomada de decisão do gestor. Os postulantes ao Palácio De Karnak temem que uma associação ao grupo político de Dr. Pessoa possa prejudicar a evolução das candidaturas.  A estratégia do Prefeito é não se indispor com nenhum dos dois grupos políticos pensando em uma improvável candidatura a reeleição em 2024.

FOTO: Assis Fernandes / O DIA

Questionado como ficaria o grupo político caso não haja um segundo turno, Dr. Pessoa foi lacônico e descartou uma posição definida no momento. “Só decidirei para que lado irei no dia 03 de Outubro se tiver o segundo turno de 2022. Agora quem quiser ir para o lado A, o lado B, o Lado C, outros partidos que fazem parte dessa eleição em 2022, não tem interferência do Prefeito de Teresina. No dia 03 vamos decidir”, afirmou.

Robert explica ligação histórica com Wellington Dias

Se Dr. Pessoa segue um caminho de indefinição, o vice Robert Rios ratificou mais uma vez o apoio a Fonteles. Robert lembrou a ligação histórica que o levou a apoiar Wellington Dias nos dois primeiros mandatos. “Duas vezes dos quatro mandatos do Wellington eu estive ao lado dele, no penúltimo mandato fui o líder de oposição tendo a grandeza de respeitar o lugar que a população me colocou. Agora o Rafael é fora da curva, uma pessoa preparada para governar o Piauí. Vou votar não no Rafael do PT e sim o Rafael do Dom Barreto”, concluiu o vice-prefeito. 

FOTO: Assis Fernandes/ O DIA

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário