Evandro Hidd nega diálogo com Dr. Pessoa: “O povo quis o PDT na oposição”

Os três membros da sigla tiveram papel fundamental na derrota de Dr. Pessoa na votação do orçamento

22/11/2022 07:51h

Compartilhar no

O vereador Evandro Hidd, presidente do diretório estadual do PDT no Piauí, negou que exista qualquer diálogo com Dr. Pessoa para que a legenda assuma cargos na administração. Derrotado no pleito municipal de 2020 por apoiar a candidatura de Kléber Montezuma, a sigla adotou uma postura de independência no legislativo e os três vereadores seguem sem participar do primeiro escalão da administração.

De acordo com o dirigente partidário a posição que a população colocou o PDT será respeitada.  “O PDT tem uma posição, isso eu venho dizendo desde a eleição de 2020. Perdemos a eleição, fizemos três vereadores na casa, na Câmara Municipal temos o presidente eleito que vai assumir agora a partir do dia 01 de janeiro. A população quis que o PDT ficasse contra essa gestão que aí está, esse é o caminho natural do partido. Não temos nenhuma tratativa  para fazer parte deste governo”, afirmou.

Os três membros da sigla tiveram papel fundamental na derrota de Dr. Pessoa na votação do orçamento. Enzo Samuel, futuro presidente da Câmara, articulou junto aos vereadores a mudança, Alan Brandão foi o relator do orçamento e Evandro Hidd apresentou o requerimento de urgência para que as emendas fossem aprovadas. Alinhados os três parlamentares devem aumentar o tom contra Dr. Pessoa nas próximas semanas. 

FOTO: Assis Fernandes/ O DIA

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário