Fábio Abreu pede à Regina Sousa agilidade em obras e recursos para municípios do Piauí

Fábio Abreu ainda apresentou à governadora as solicitações de lideranças das cidades de Teresina, Coivaras e Nazária.

21/06/2022 09:35h - Atualizado em 21/06/2022 09:45h

Compartilhar no

O deputado federal Fábio Abreu (PSD) reuniu-se com a governadora Regina Sousa para tratar sobre demandas relacionadas à emendas federais para os municípios piauienses. Na pauta, estavam a execução de ações nas áreas da agricultura familiar, ação social e cultura. A reunião aconteceu na última segunda-feira (21) no Palácio do Karnak. 


Fotos: Reprodução/Ascom

“Foi um encontro produtivo, onde avaliamos prazos e dialogamos sobre a execução de obras com emendas que estou indicando para o estado. São mais de R$ 500 mil para a cultura, R$ 300 mil para serem executados através da Secretaria de Assistência Social (Sasc), e R$ 1,2 milhão para a agricultura familiar”, explicou o deputado. 

Fábio Abreu, ainda apresentou à governadora as solicitações de lideranças das cidades de Teresina, Coivaras e Nazária

“Para Coivaras, tratamos sobre a estrada que liga a zona urbana ao Povoado Duvidosa, que já está bastante avançada, mas precisa da autorização para a ordem de pagamento. Para Nazária e Teresina, falamos sobre ações para a agricultura familiar como a perfuração de poços, instalação de energia solar, entre outros temas importantes”. 

A governadora se mostrou solícita aos pedidos e afirmou que atuará no sentido de atendê-los. 

“Temos muitas questões burocráticas, que às vezes retardam essas demandas. Mas faremos o que for necessário para a execução de cada obra solicitada”, disse Regina Sousa. 

Antônio Cornélio, presidente da Associação do Projeto Cinturão Verde, também participou da reunião e comentou sobre o apoio de Fábio Abreu aos projetos encabeçados pela iniciativa. 

“O deputado Fábio Abreu é um dos defensores do nosso projeto e da agricultura familiar. Trouxemos as nossas requisições e mostramos nossas necessidades à governadora e esperamos sermos atendidos”, afirma Antônio Cornélio.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário