Flávio Nogueira acompanha Lula e agora quer revisão na reforma da previdência

Em 2019 o deputado votou a favor da reforma, o apoio a Bolsonaro rendeu a Nogueira a indicação do gerente executivo do INSS no Piauí.

22/04/2022 13:00h - Atualizado em 22/04/2022 11:03h

Compartilhar no

Quase três anos após votar a favor da reforma da previdência, o deputado federal Flávio Nogueira, agora no PT, revelou que será favorável a revisão do texto da PEC que mudou as regras para aposentadoria e concessão de benefícios no Brasil. Aprovada sob o pretexto de gerar emprego e reduzir o déficit econômico nas contas públicas, a reforma não surtiu o efeito prático e vem sendo duramente criticada por opositores do Presidente da República, Jair Bolsonaro.

À época da aprovação do texto da reforma, Flávio Nogueira foi contra o seu próprio partido, o PDT, e votou a favor da matéria. A discordância do parlamentar piauiense o levou a uma briga judicial contra o PDT que culminou na sua saída do partido. O voto favorável a Bolsonaro rendeu a Nogueira  um dos cargos mais importantes no primeiro escalão da gestão federal em solo piauiense, o parlamentar indicou o gerente executivo do INSS no Piauí.

Em 2022 a coisa mudou, agora no PT, o deputado criticou a reforma e defendeu o ex-presidente Lula, que já afirmou que caso seja eleito, fará uma revisão na reforma da previdência. “A reforma não foi totalmente o que nós queríamos, que foi o erro lá do partido que eu estava. Há um avanço, isso não quer dizer que ela seja ideal, como também a reforma trabalhista que precisa ser revista. O Brasil sempre faz as coisas pela metade, lamentavelmente, nunca fizemos uma reforma total, por isso que está sempre se fazendo as reformas, finalizou o deputado. 

FOTO: Elias Fontenele/ODIA

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no