Governadora critica cortes na educação federal: “Sem dinheiro as universidades fecham”

A gestora também avaliou a expectativa de que um piauiense assuma um ministério no novo Governo de Lula

05/12/2022 14:18h

Compartilhar no

A Governadora Regina Sousa criticou os cortes do Governo Federal em instituições de educação como a Universidade Federal do Piauí e o Instituto Federal do Piauí. Recentemente a Universidade Federal do Piauí (UFPI) informou que o novo bloqueio no orçamento, que retira da UFPI mais de R$ 5,2 milhões do orçamento "torna insustentável a situação financeira da Instituição , a mais grave vivenciada na história da Universidade".

Regina Sousa comentou a expectativa para anuncio dos novos ministros de Lula e analisou a participação de piauienses na equipe de transição. “A gente sempre espera, agora não será o fim do mundo se não vier, é importante que venha os serviços e os recursos para a gente poder trabalhar. Ele já demonstrou que quer priorizar a área social e vamos poder trabalhar com mais tranquilidade e parceria com a área federal. Não tem ministro nem secretário lá, é todo mundo pensando em como vai desenvolver o governo”, relatou.

A Governadora lamentou a situação das instituições de educação. “O Presidente gastou tudo que não podia neste ano para se eleger e agora não tem dinheiro para fazer pagamentos e cumprir o resto dos mandatos dele. Muita gente vai ficar em dificuldade para ele tentar fechar as contas já que ele abriu um buraco muito grande no orçamento. As universidades e os institutos federais não tem nada de receita, se não liberar dinheiro eles fecham esse resto de ano, isso é ruim pra todo mundo”, disse a Governadora. 

FOTO: CCOM/ Divulgação

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no