Governo Federal lança edital para investimentos nos Tabuleiros Litorâneos e Guadalupe

Cerca de 17 mil empregos poderão ser gerados na região do litoral do Piauí

27/06/2022 13:13h

Compartilhar no

O Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), está buscando recursos na iniciativa privada para a implantação de polos de agricultura irrigada. Nesta quarta (29), em Brasília, será o lançamento de edital para estudos de viabilidade do Platô de Guadalupe e dos Tabuleiros Litorâneos, no Piauí.

O primeiro está instalado na cidade de Guadalupe e tem potencial para irrigar até 32 mil hectares com águas captadas do lago da Barragem de Boa Esperança. A primeira etapa do projeto já foi implementada, com quase 3,2 mil hectares. Outros 11,7 mil hectares da segunda etapa ainda serão colocados em operação. A previsão é que o empreendimento possa gerar 30 mil empregos diretos e indiretos.

Já os Tabuleiros Litorâneos ocupam áreas dos municípios de Parnaíba e Buriti Lopes e contam com potencial de irrigação de uma área total de 8,4 mil hectares – até agora, 2,4 mil hectares já estão em operação. Cerca de 17 mil empregos poderão ser gerados na região.


FOTO: Ministério do Desenvolvimento Regional

De acordo com o Ministério, são iniciativas que visam, por meio do desenvolvimento da infraestrutura hídrica (como barragens, canais, bombas e adutoras), a ampliação dos serviços de irrigação e, no caso do projeto hidroagrícola (Vale do Jequitaí), também o abastecimento de água e a geração de energia, levando desenvolvimento econômico e social às regiões mais necessitadas do semiárido brasileiro.

“Hoje, as áreas irrigadas no Brasil somam 7 milhões de hectares, mas há potencial para mais de 30 milhões”, destaca o ministro do Desenvolvimento Regional, Daniel Ferreira. “Há estudos do Banco Mundial que demonstram que os municípios com irrigação apresenta desempenho superior em uma série de indicadores socioeconômicos. Água é vida, é o insumo principal das cadeias produtivas, é geração de emprego e desenvolvimento. A agricultura irrigada é uma dessas cadeias que promovem o crescimento econômico e social de diversas regiões do País”, completa.

Seis projetos

Outros seis projetos públicos de irrigação e um projeto hidroagrícola também foram qualificados no âmbito do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) e serão concedidos à iniciativa privada. São eles: Tabuleiros Litorâneos e Platôs de Guadalupe, no Piauí; Tabuleiros de São Bernardo, no Maranhão; Chapada do Apodi, no Rio Grande do Norte; Baixo Acaraú, no Ceará; Vale do Iuiú, na Bahia; e Vale do Jequitaí, em Minas Gerais. Na próxima semana, cinco deles terão editais lançados para a apresentação de projetos.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Fonte: Com informações MDR

Deixe seu comentário