Justiça suspende eleição da mesa diretora da Câmara de Lagoa do Piauí

Os vereadores acusam o presidente do legislativo municipal de agir de má fé na condução da eleição

30/06/2022 12:28h - Atualizado em 30/06/2022 12:39h

Compartilhar no

A juíza Maria da Paz e Silva Miranda, da Vara Única de Demerval Lobão, suspendeu a eleição da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Lagoa do Piauí. A decisão é do dia 23 de junho. O mandado de segurança foi impetrado pelos vereadores Luiz Gustavo dos Santos Lima e Silva, José Francisco de Carvalho Lima Neto, Arthur Deolindo Campelo Marinho Filho, Bruno Soares de Carvalho e Luciano Vieira de Alencar, contra o presidente da Câmara, Edvam Pereira Duarte.

Os vereadores acusam o presidente do legislativo municipal de agir de má fé na condução da eleição da mesa diretora para atrapalhar o registro de uma chapa de oposição.Conforme apurou a coluna, Edvam Pereira é candidato à reeleição pela terceira vez. 

As chapas, de acordo com o regimento, deveriam ser lançadas até o dia 15 de junho, 15 dias antes da eleição, que aconteceria nesta quinta-feira (30). O edital foi lançado dia 13 de junho e apenas na manhã do dia 14 foi divulgado o modelo de requerimento para o registro das candidaturas. 

Os parlamentares que ingressaram com a ação alegaram também que a Câmara Municipal foi fechada antes do horário no dia 14 e no dia 15 o Legislativo não foi aberto. A manobra, de acordo com os vereadores, seria para impedir o registro de uma chapa de oposição ao presidente Edvan Pereira.

FOTO: Divulgação

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário