MDB volta a eleger prefeitos no Piauí e lidera votação dos partidos da base governista

O partido ainda pode conquistar a Prefeitura de Teresina, que será decidida em segundo turno no próximo domingo (29)

23/11/2020 10:22h

Compartilhar no

A exemplo do que aconteceu com outros partidos de centro-direita a nível nacional, como Progressistas e PSD, o MDB também conseguiu repetir a boa performance eleitoral em cidades do Piauí. A agremiação conquistou 773 prefeituras em todo o país no primeiro turno, 35 delas em municípios piauienses podendo ainda conquistar o segundo turno em Teresina.

Presidente do diretório estadual da sigla, o senador Marcelo Castro considera que o desempenho dos emedebistas foi “extraordinário” em âmbito estadual, principalmente se comparado com as eleições municipais de 2016, quando não conseguiu eleger nenhum prefeito, e em relação aos demais partidos.

(Foto: Arquivo/ODIA)

Nos cálculos do dirigente partidário, o MDB, com o terceiro maior número de candidatos majoritários vitoriosos nas eleições de municípios em todo o estado e ainda podendo conquistar a prefeitura da capital, mostra que tem peso político para 2022, sobretudo considerando a votação da sigla.

O senador destaca que o partido teve a melhor votação entre os que integram a base aliada do governador Wellington Dias (PT), mais de 388 mil votos, “tecnicamente empatado” com o PP, legenda partidária ex-governista que tenta se viabilizar para disputar o Governo do Estado daqui dois anos.

“Entendo que os números falam por si (...) os números são muito favoráveis ao MDB, que está no primeiro patamar dos partidos com mais votos no Piauí, e muito favorável aos partidos da base do governo, com praticamente o dobro dos votos dos partidos que fazem oposição, isso não é pouca coisa”, concluiu Castro.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Por: Breno Cavalcante

Deixe seu comentário