Ministério do Desenvolvimento Regional investiu mais de R$ 240 milhões no Piauí em 2021

O MDR entregou 214 empreendimentos no Piauí em 2021. Além disso, contratou 46 obras e retomou outras 27. Também foram entregues 4.147 moradias,

30/01/2022 17:01h - Atualizado em 30/01/2022 17:09h

Compartilhar no

O Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), entregou 214 empreendimentos no Piauí em 2021. Além disso, contratou 46 obras e retomou outras 27. Também foram entregues 4.147 moradias, que realizaram o sonho da casa própria para mais de 16,5 mil pessoas. Ao todo, o investimento federal no estado foi de R$ 243,6 milhões, entre recursos do Orçamento Geral da União (R$ 217,9 milhões) e do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Entre as ações de destaque no estado, está a elaboração de um Plano de Ação Estratégica voltado ao desenvolvimento econômico e social das bacias hidrográficas dos Rios São Francisco e Parnaíba. Em outubro, o MDR anunciou que a ação do Plano Estratégico vai contar com investimentos de R$ 893 mil da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), órgão vinculado ao MDR.

“Essas bacias são extensas e é necessário que elas possam ser utilizadas de maneira adequada para que as populações ribeirinhas sejam incorporadas em um programa de desenvolvimento sustentável. Alguns dos estados alcançados por elas têm os piores Índices de Desenvolvimento Humano [IDH] do País”, afirma o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho. “Algumas áreas são oásis de crescimento, como o turismo em Parnaíba. Mas muita gente sobrevive de uma agricultura familiar, em que falta apoio técnico, inovação, tecnologia, sementes mais produtivas. São essas ações que vão ser identificadas por este Plano e potencializadas”, completa. Além do Piauí, a iniciativa vai beneficiar Minas Gerais e os outros oito estados da Região Nordeste.

Ainda na área de segurança hídrica, foi dada autorização para a retomada das obras do Projeto de Irrigação Marrecas-Jenipapo, em São João do Piauí, que receberá mais R$ 13,7 milhões em investimentos do Governo Federal, por meio da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf). O projeto levará água do Rio Piauí, a partir da Barragem Jenipapo, aos lotes familiares do perímetro de irrigação. Serão beneficiadas 200 famílias a serem selecionadas. Cada uma terá acesso a um lote de cinco hectares.

Também foi assinado contrato para elaboração do projeto executivo para a construção da Adutora de Marcolândia. O investimento federal no empreendimento, que será executado pela Codevasf, é de R$ 13 milhões, dos quais R$ 668 mil serão destinados ao projeto executivo.

FOTO: Erasmo Carlos/MDR


Dessalinizadores

Nas cidades de Caldeirão Grande do Piauí e Lagoa do Barro do Piauí, foram entregues cinco sistemas coletivos de abastecimento de águas, os chamados dessalinizadores. Com investimento de mais de R$ 1 milhão, o objetivo do MDR é aproveitar poços que contenham água salobra e com alta capacidade de vazão para a implantação de sistemas de dessalinização de maior porte, proporcionando o abastecimento das comunidades por meio de redes de distribuição de água dessalinizada.


Habitação

Mais de 16,5 mil pessoas que moram em cidades piauienses realizaram o sonho da casa própria. Uma entrega de destaque no estado ocorreu em dezembro. O Residencial Marvão I e II, com 100 moradias, foi repassado à população após receber R$ 6,2 milhões de investimento federal. A inauguração do empreendimento só foi possível ocorrer com celeridade devido à ação do Governo Federal -- 89% dos recursos foram repassados desde 2019.

A capital Teresina liderou o número de moradias no estado. Foram 1,5 mil casas ou apartamentos entregues na cidade, contando com recursos do Orçamento Geral da União ou por meio de financiamento do FGTS.


Saneamento

O MDR retomou seis empreendimentos na área de saneamento em três municípios. Em Teresina, foram três projetos, que envolvem R$ 43,8 milhões de investimento federal. Em Parnaíba, por meio do Programa Saneamento Para Todos, foram retomadas as obras de ampliação de dois sistemas de abastecimento de água da sede municipal, com investimento de R$ 40 milhões.

Já em Oeiras, a retomada envolve a implantação do sistema de macrodrenagem da sede do município. O investimento previsto na obra é de R$ 31,3 milhões.


Mobilidade urbana e desenvolvimento regional

O MDR entregou 123 obras de mobilidade urbana e desenvolvimento social. São ações de recapeamento, pavimentação e drenagem, entre outras, que beneficiaram mais de 91,1 mil pessoas do estado. Também foram retomadas 20 obras e contratadas outras 43.

EM NÚMEROS:


Total repassado ao Piauí em 2021:

• R$ 217,96 milhões (OGU) -- sem produção habitacional

• R$ 25,77 milhões (FGTS -- sem produção habitacional)

214 empreendimentos entregues

• 5 de segurança hídrica

• 4 de proteção e defesa civil

• 123 de mobilidade/desenvolvimento regional e urbano

• 66 da Codevasf

• 16 do Dnocs

• 4.147 unidades habitacionais entregues -- Mais de 16,5 mil pessoas beneficiadas

27 empreendimentos retomados

• 6 de saneamento

• 1 de segurança hídrica

• 20 de mobilidade/desenvolvimento regional e urbano

46 empreendimentos contratados

• 2 de segurança hídrica

• 43 de mobilidade/desenvolvimento regional e urbano

• 1 da Codevasf

• 3.562 unidades habitacionais contratadas

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Fonte: Com informações Ministério do Desenvolvimento Regional

Deixe seu comentário