Piauí vai pagar auxílio de R$ 500 a órfãos de pai e mãe que morreram por covid

Batizado de Nordeste Acolhe, o projeto de lei será encaminhado por cada governador do Consórcio Nordeste às suas respectivas Assembleias Legislativas em agosto.

20/07/2021 10:26h

Compartilhar no

O Governo do Piauí quer pagar um auxílio financeiro no valor de R$ 500,00 para filhos órfãos de pai e mãe que perderam a vida para a covid-19. O anúncio foi feito na noite desta segunda-feira (19) pelo governador Wellington Dias (PT) em suas redes sociais e faz parte do projeto Nordeste Acolhe, que é uma iniciativa de todos os estados que compõem o Consórcio Nordeste. 


Cada governador deverá encaminhar já no próximo mês projetos de leis às suas respectivas Assembleias Legislativas propondo a implantação do projeto. Aqui no Piauí, de acordo com o governador Wellington Dias, pelo menos 500 famílias podem ter o acolhimento do estado por terem perdido seus provedores até este momento durante a pandemia.

Os projetos de lei que devem ser encaminhados aos Poderes Legislativos serão acompanhados de uma minuta aprovada na Câmara Técnica da área social do Consórcio Nordeste, coordenada pela governadora Fátima Bezerra, do Rio Grande do Norte.

“Com a aprovação da Assembleia, a gente quer em agosto estar implantando o projeto. É um compromisso não apenas social, mas também uma preocupação que a gente tem com os efeitos pós-covid. É claro que vamos cuidar na área social de forma mais ampla, buscando geração de emprego e renda, buscando condições de manutenção do auxílio emergencial financeiro, de ampliação de investimentos, mas há uma situação particular e especial que atingem famílias que, com certeza, terão o acolhimento do estado e, neste caso, do Consórcio Nordeste”, explicou o governador.

O lançamento oficial do Projeto Nordeste Acolhe deve acontecer nos próximos dias.

Compartilhar no

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário